Loading Player...


Você está ouvindo uma transmissão ao vivo ...
OUÇA EM OUTROS DISPOSITIVOS:
OR Choose your mobile to Tune-In

UBSs em Assú oferecem serviços gratuitos para alertar a população sobre a Hanseníase

Na quinta-feira, 30 de janeiro, na sequência à campanha Janeiro Roxo, focada na conscientização e combate à Hanseníase, as ações em Assú se desenvolvem na Unidade Básica de Saúde – UBS Antônio Carlos Dantas, no bairro Frutilândia. A palestra de orientação foi ministrada pela médica Marta Lima e pela enfermeira Maria Santina, ambos profissionais da rede pública municipal. Além da palestra, houve orientação à população e atendimento aos pacientes, transmite o enfermeiro Igor Fernandes.

A coordenadora do Programa de Hanseníase da Secretaria Municipal de Saúde, Maria Leonora da Costa Vieira, explica que ao surgimento de sinais como manchas esbranquiçadas e dormentes pelo corpo é fundamental que o paciente desconfie de Hanseníase e procure atendimento médico imediato. “A Hanseníase tem cura, porém, é necessário que o tratamento seja feito a rigor. O tratamento é gratuito e um direito de todos. Em 2019, identificamos dois casos, ambos receberam o tratamento contra a doença no município”, declarou.

A transmissão acontece por meio das vias respiratórias, tosse e espirros emitidos por uma pessoa contaminada, e por contato prolongado. Não se contrai a doença por meio de copos, pratos, talheres, nem em assentos, apertos de mão, abraço, beijo, picada de inseto, aleitamento materno, doação de sangue, relação sexual ou gravidez. Os principais sintomas são: surgimento de manchas esbranquiçadas ou avermelhadas; pele seca; queda de pelos; falta de suor; perda de sensibilidade; formigamento; perda da força dos músculos das mãos, pés e face devido à inflamação dos nervos; emagrecimento; dor; e, sensação de choque nos braços e nas pernas.

Imagens: Igor Fernandes

Prefeitura Municipal do Assú
Secretaria de Comunicação e Ouvidoria

Publicidade:
Dra Isabela