Loading Player...


Você está ouvindo uma transmissão ao vivo ...
OUÇA EM OUTROS DISPOSITIVOS:
OR Choose your mobile to Tune-In

SOUZA DESTACA INTEGRAÇÃO DO SISTEMA DE SEGURANÇA DE MOSSORÓ

SOUZA

A necessidade de que o sistema de videomonitoramento em Mossoró se integre ao Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (CIOSP) de Natal foi ressaltada pelo deputado Souza (PHS) durante pronunciamento na sessão plenária desta quarta-feira (28) na Assembleia Legislativa. O parlamentar afirmou que recebeu sinalização, por parte do Governo do RN, que até o próximo mês os equipamentos estariam sendo entregues e postos em funcionamento.

“Estive com a secretária de Segurança Pública e da Defesa Social, Sheila Maria de Freitas, para renovar os pleitos do mandato em relação à segurança pública, principalmente a integração do sistema de Mossoró com Natal e ela nos deu a grata notícia de que os equipamentos estariam chegando até julho e em seguida se iniciariam os trabalhos de integração por videomonitoramento”, afirmou Souza.

O deputado destacou que a integração ao CIOSP em Natal é um pleito da classe empresarial de Mossoró, pois irá permitir melhor acompanhamento e avaliação dos índices de violência, furtos e roubos.

Agricultura

Souza ainda reforçou a instalação, esta semana (26), da Frente Parlamentar de Apoio à Agricultura Familiar, a qual preside. O deputado afirmou que há, na Casa, projetos de diversos parlamentares relativos à temática tramitando na Casa. “É importante que possamos fazer uma reunião para discutirmos a união desses projetos a fim de dar uma contribuição mais efetiva na política de incentivo à agricultura familiar”, afirmou.

Souza citou ainda que tomou conhecimento de estudo apresentado pelo INCRA relativo à energia eólica para assentamentos e que pretende aprofundar a discussão acerca da situação das dívidas dos agricultores junto aos bancos oficiais. “A lei permite a renegociação das dívidas e beneficia os agricultores no acesso ao crédito agrícola. Em 95% dessas dívidas, a negociação é acessível e é importante que tanto a Frente Parlamentar, como a representação dos agricultores, possa fazer chegar essa notícia a quem mais necessita”, afirmou.

Jacó Jácome parabeniza policiais militares por 183 anos da instituição no RN

JACO

Em pronunciamento na sessão plenária da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (28), o deputado Jacó Jácome (PSD) parabenizou a Polícia Militar do Rio Grande do Norte que na terça-feira (27) completou 183 anos de existência.

“Parabenizo a nossa Polícia Militar, todos os policiais e seus familiares pelo aniversário de 183 anos da corporação que presta importantes trabalhos na área de segurança pública”, enfatizou o deputado.

Em seguida, o deputado George Soares (PR) reforçou as homenagens prestadas pelo seu colega de plenário, destacando o papel importante da Polícia Militar para a sociedade do Rio Grande do Norte.

A PMRN tem órgãos e serviços especializados, atuando em todos os municípios, contando com um efetivo aproximado de 8.500 homens e mulheres que executam diuturnamente o policiamento ostensivo geral, com vistas a garantir a ordem, a segurança pública e a tranquilidade dos cidadãos.

Vivaldo Costa defende união de esforços para amenizar efeitos da seca

UNIAO

A seca que atinge os municípios potiguares voltou a ser tema de pronunciamento do deputado Vivaldo Costa (PROS) na Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (28). O deputado destacou as consequências da estiagem que dura cerca de seis anos e chamou a atenção da bancada federal, do Governo do Estado e das instituições financeiras no que se refere às dívidas do homem do campo.

“O homem do campo está pobre e endividado. Faltam recursos e políticas públicas para salvá-los. É preciso somar esforços. Nunca tinha visto uma seca de 6 anos consecutivos e com consequências tão graves”, disse Vivaldo.

O parlamentar lembrou que os meteorologistas falavam que este ano teria um inverno de transição, que daria para encher os açudes e salvar o rebanho, mas o ano foi de estiagem. Agora a expectativa é de que o inverno volte ao normal de 2018 a 2020.

Vivaldo falou ainda que o Estado passa por uma “seca generalizada” que resultou no empobrecimento do homem do campo, dos fazendeiros e pecuaristas que vivem da agricultura familiar. “Essa situação leva ao desemprego no campo, que é um dos maiores problemas, desestruturando as famílias”, falou.

Em aparte, o deputado Getúlio Rêgo (DEM) reforçou que não há como pagar as dívidas sem poder produzir. “É a falência do campo. É lamentável que o país enfrente uma conjuntura econômica e política tão grave e que requer um esforço gigantesco para que possamos abrir um caminho novo para esperança e recuperação do povo nordestino”, concluiu Vivaldo.

ALRN

Publicidade: