Loading Player...


Você está ouvindo uma transmissão ao vivo ...
OUÇA EM OUTROS DISPOSITIVOS:
OR Choose your mobile to Tune-In

Secretaria de saúde do itajá abraça campanha Novembro Azul

Na manhã desta quarta – feira (20), equipe da Estratégia Saúde da Família Vanuzia Silva Costa, realizou uma mobilização na Cerâmica do gato, sobre a importância da prevenção do câncer de próstata. Foram ofertados vários atendimentos: Atendimento médico, atendimento de enfermagem, teste de glicemia, aferição de pressão arterial, testes rápidos de HIV, Sifílis, hepatite B e C. Conhecido mundialmente como o mês da conscientização à prevenção do câncer de próstata, o Novembro Azul é uma data importante para ser trabalhada nas empresas e incentivar os colaboradores do sexo masculino a voltarem sua atenção para a prevenção e tratamento. Muito além de conscientizar, a campanha tem como missão acabar com o preconceito envolvendo os procedimentos do exame, a falta de informação é uma das grandes barreiras que intimida muitos homens à prevenção e, consequentemente, ao diagnóstico precoce da doença.

No início, o câncer de próstata não apresenta nenhum sintoma e por isso, quando diagnosticado, em 95% dos casos a doença já está em estágio muito avançado. Alguns sintomas como: dificuldade, dor ou ardor e vontade frequente em urinar, sensação de que a bexiga está sempre cheia, cor escura da urina e dor ao ejacular, são manifestações de uma fase avançada da doença. O objetivo com o Novembro Azul é poder alertar os homens (principalmente os com mais de 50 anos) que o exame de toque retal ou PSA são importantíssimos na luta contra o câncer. E apesar de todo o preconceito em torno, o exame é indolor, rápido e é a forma mais eficaz de preservar a saúde dos homens nestes casos.

De acordo com Dr. Breno Cunha, o mês de novembro é uma oportunidade de conversar com os homens sobre a importância de cuidar da saúde. “Queremos alertar não só para a saúde da próstata, como também incentivar o homem a olhar mais para a sua saúde, fazer exames que podem prevenir uma série de outras doenças. As mulheres culturalmente têm esse cuidado, mas os homens só vão ao médico quando não se sentem bem. Ter a consciência de que é preciso também fazer um check-up é fundamental”, Concluiu Dr. Bleno.

Assessoria de Comunicação de Itajá

Postado por Iria Araujo

Publicidade: