Loading Player...


Você está ouvindo uma transmissão ao vivo ...
OUÇA EM OUTROS DISPOSITIVOS:
OR Choose your mobile to Tune-In

NOITE CHUVOSA EM CARNAUBAIS REGISTROU 42 MILÍMETROS

DSC_0970

O leitor do blog Wilson Cabral repassou a informação colhida por seu pluviômetro caseiro, registrando 42 milímetros com as intensas e continuadas chuvas da noite deste sábado em Carnaubais. Hoje o clima tempo, indica um domingo nublado com pancadas de chuvas a qualquer hora no município.

Postado por Aluizio Lacerda

Publicidade:

Em Assú chuvas alcançaram até 55 milímetros

chuva_madrugada

A estação pluviométrica do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), registrou um volume de chuvas de 20,7 milímetros em Assú, deste sábado (11) para a madrugada de hoje. O pluviômetro é instalado no centro administrativo da prefeitura de Assú.

Já em pluviômetros não oficiais, foram registrados 55 milímetros no bairro Vertentes e 40 mm na rua João Pessoa, na residência de Renato Cabral.

Publicado por Robson Pires

Publicidade:

CAICÓ: Açude Itans aumenta volume de água

IMG_5610-e1486897305290

O Açude Itans de Caicó recebeu 83 cm com as últimas chuvas caídas em Caicó e outros municípios da Paraíba que desaguam no principal reservatório da cidade. A previsão é que o volume aumente ainda mais, já que poderá chover intensamente nas próximas horas.

Publicado por Robson Pires

Publicidade:

Plano militar inclui uso da força para desobstrução das guarnições da PM

PMJoelSilvaFolha

O plano de ação das Forças Armadas no Espírito Santo não se limita a restabelecer e manter a segurança nas ruas de Vitória e cidades vizinhas. Prevê um leque de providências que Inclui a remoção de mulheres de policiais militares que acampam há mais de uma semana defronte dos quarteis da PM. Consta do planejamento o uso da força, se necessário. A medida, considerada extrema, foi mencionada em reunião de autoridades federais e estaduais, neste sábado, na sede do governo capixaba.

No final da tarde, parte dos policiais havia retornado ao trabalho na região da Grande Vitória —algo como 600, segundo a estimativa divulgada pela Secretaria de Segurança Pública. Menos do que os 2 mil que costumam se revezar nas ruas diariamente. Muito menos do que o contingente mobilizado pela União: 3,1 mil soldados das Forças Armadas e da Força Nacional de Segurança.

O serviço de inteligência militar detectou a presença de policiais fazendo, à distância, a proteção das mulheres acampadas diante dos portões dos quarteis. Estavam à paisana e armados. O plano das Forças Armadas leva em conta também a hipótese de uma reação adversa dos PMs aquartelados, que perderiam com a dispersão das mulheres o pretexto para permanecer de braços cruzados.

Além de desmontar os acampamentos, as tropas federais estão preparadas para abrir acessos alternativos aos quartéis das PM. De resto, o Exército se equipou para oferecer combustível aos veículos da polícia e abrigo nas suas instalações para policiais que se dispusessem a retornar ao trabalho. O timbre das autoridades que se reuniram em Vitória era de impaciência com os amotinados. O ”piquete” das mulheres foi tratado nas conversas como um ”teatro” ensaiado e dirigido pelos próprios policiais.

Deslocaram-se de Brasília para Vitória o procurador-geral da República Rodrigo Janot e quatro ministros: Raul Jungmann (Defesa), general Sergio Etchegoyen (Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República), Antonio Imbassahy (Coordenação Política do Planalto) e José Levi Mello (interino da Justiça). Encontraram-se, entre outros, com o governador licenciado Paulo Hartung, o governador em exercício César Colnago, comandantes do Exército e da Força Nacional, além de representantes do Tribunal de Justiça e da Procuradoria-Geral do Estado.

Houve consenso quanto à necessidade de asfixiar os policiais amotinados. Sinalizou-se a disposição das Forças Armadas de permanecer no Espírito Santo pelo tempo que for necessário. Esvaziaram-se as promessas de deputados federais capixabas de providenciar no Congresso anistia para os policiais punidos por desobediência. De resto, esgrimiu-se a ameaça da Procuradoria da República de requerer a federalização dos processos, enquadrando os aquartelados na Lei de Segurança Nacional.

Embora esteja convalescendo de uma cirurgia, o governador licenciado Paulo Hartung participou das conversas. Disse a portas fechadas que aproveitará a crise para promover uma ampla reformulação da Polícia Militar capixaba. No entanto, não detalhou a hipotética reforma. Penitenciou-se por ter incorporado cerca de mil novos policiais militares. Na avaliação do governo estadual, esse pedaço mais jovem da tropa foi responsável pela radicalização do movimento. Nessa versão, os mais antigos estariam propensos a negociar.

Josias de Souza

Publicidade:
Assembleia Leg

Fechamento: Decretos formalizam extinção de mais cinco unidades de ensino do estado

escolas-fechadas

Mais cinco estabelecimentos escolares pertencentes à rede pública estadual de educação tiveram seus decretos de extinção publicados.

A divulgação se deu por meio do Diário Oficial do Estado e os Decretos foram assinados pelo governador Robinson Faria (PSD) e pela secretária estadual de Educação e Cultura, Cláudia Santa Rosa.

Desta vez, o procedimento atingiu os seguintes núcleos educacionais: Escola Estadual Dom João Costa – Ensino Fundamental, em Mossoró; Escola Isolada Piranhas – Ensino Fundamental, em Rafael Godeiro; Escola Isolada Pau de Leite – Ensino Fundamental, em Martins; Escola Estadual Domingos Ventura de Morais, em Caraúbas; e, Escola Estadual Coronel Antônio Germano – Ensino Fundamental, em Major Sales.

Postado por Lúcio Flávio

Publicidade:

Gustavo Soares traz a público situação delicada na qual a Prefeitura foi encontrada

g1

g2

g3

g4

Zelando pelo compromisso de que sua gestão seja plenamente transparente e permita à população conhecer todos os fatos, o prefeito Gustavo Soares participou sexta-feira, 10 de fevereiro, do programa “Panorama do Vale”, na Rádio Princesa do Vale, oportunidade em que trouxe ao conhecimento público o quadro crítico e preocupante encontrado na Prefeitura a partir de 2 de janeiro de 2017. O chefe do Executivo registrou de início que encontrou a estrutura da Prefeitura totalmente deteriorada. “O único prédio inteiro era o do Gabinete, e mesmo assim porque é alugado”, ilustrou.

Destacou que o panorama de sucateamento também ocorre no maquinário do município. “Não tem um único pneu inteiro”, revelou. Estimou que só para a recuperação de tal patrimônio será necessário um aporte de R$ 1 milhão. “Não vou colocar um ônibus quebrado para transportar crianças”, disse, dizendo que todos os 18 veículos escolares estão com problemas. Dr. Gustavo disse que foi indispensável estes 30 dias iniciais para se ter um raio-x dos problemas, que ainda continuam sendo descobertos, por culpa da dificuldade criada pela falta de transição imposta pelo governo passado.

Dr. Gustavo lembrou que foram identificadas 33 obras diversas com recursos federais totalmente paralisadas, inércia que se deve, em grande parte, à falta de contrapartida do município. Mostrou-se preocupado pelo fato de existir UBSs e a UPA estagnadas, apesar da carência do povo por serviços de saúde. O prefeito também citou a suspensão do convênio com a União para a obra do Santuário de Irmã Lindalva, onde um investimento de quase R$ 1 milhão já destinado está praticamente perdido. Frisou que sua gestão procurar evitar este dano irreparável no campo jurídico. “Para mim esta situação é um descaso”, declarou.

O chefe do Executivo manifestou sua tristeza com a constatação de que, por negligência total da administração anterior, Assú tenha perdido uma realização de grande relevo: a construção do Centro de Referência em Oncologia-CRO. A cidade deixou de receber este expressivo equipamento para o trabalho de prevenção e combate ao câncer porque o gestor passado desinteressou-se em cumprir os prazos para sua execução, através do programa “RN Sustentável”. Lembrou, ainda na saúde, a soma de R$ 1,3 milhão em dívidas herdada do governo anterior, o que tem inviabilizado importantes ações como raio-x, ressonância, etc.

Dr. Gustavo incluiu no volume de dívidas que herdou da gestão concluída em 2016 os mais de R$ 3,3 milhões com a folha de pessoal e encargos de dezembro passado. “Fui sensível à realidade dos servidores porque eu sou servidor público. Poderia parcelar este débito, mas decidi assumir este ônus em respeito ao funcionalismo”, exclamou. Reiterou que está imbuído da intenção de diminuir o tamanho da máquina, explicando que até 2016 a Prefeitura dispunha de 492 cargos comissionados e, em seu governo, este número caiu para 370 – redução de 122 postos do gênero –, sendo que até aqui foram nomeados somente 128.

No desfecho da entrevista, Dr. Gustavo falou sobre o Carnaval 2017, dizendo que ele será feito em consonância com o panorama financeiro atual da Prefeitura, frisando que, mesmo diante de tal adversidade, o povo do Assú terá o direito de brincar a festa de Momo. Falou também sobre o Decreto de interrupção das construções de quiosques, esclarecendo que não houve arbitrariedade e que todos os casos serão analisados sob a luz da legalidade. Destacou ainda que há uma demanda em torno deste assunto no Ministério Público, descaracterizando qualquer tentativa de politizar a questão. Por fim. Dr. Gustavo pediu um prazo de 180 ao povo do Assú para “arrumar a casa” e fazer da Prefeitura um instrumento verdadeiramente à serviço da sociedade que dela mais precisa.

Fotos: Marcos Costa

Prefeitura Municipal do Assú

Secretaria de Comunicação e Ouvidoria

Publicidade:
Leila cabeleileira

PREFEITURA MUNICIPAL DO ASSÚ – NOTA DE ESCLARECIMENTO

NOTA-DE-ESCLARECIMENTO

A Prefeitura Municipal do Assú vem esclarecer, por meio da Secretaria de Administração e Planejamento, que, na confecção da folha de pagamento relativa ao mês de janeiro/2017, precisamente para os professores do município, houve o cálculo das férias (composto por salário básico + quinquênios), aplicando-se sobre o valor total a importância equivalente ao terço de férias.

Não houve a discriminação textual do termo “quinquênios”, vez que o benefício está incluído no salário-base das férias da categoria.

Todavia, a Secretaria de Administração e Planejamento explica que a supressão se verificou exclusivamente à identificação da palavra “quinquênios” durante o processo de elaboração da folha de pagamento, sem que tenha havido qualquer prejuízo ao direito remuneratório da classe docente da rede pública municipal de ensino.

Clebson Elves Corsino de Melo

Secretaria de Comunicação e Planejamento

Publicidade:
Campanha Criança Disk 100

JORNALISTA ACUSA GOVERNO GUSTAVO SOARES POR PLAGIAR SLOGAN

x1

x2

x3

O único jornalista da cidade com curso superior concluído comete um erro crasso ao sugerir que o SLOGAN do mandato do governo Gustavo Soares foi subtraído de uma sugestão bem sucedida de uma cidade da Bahia.

Diz o jornalista no seu blog que ” Para que criar, se você pode copiar? Pois bem, foi isso que a turma de Natal sugeriu a “nova” administração municipal do Assu (RN) e a “galera” aceitou fácil, fácil”.

Não lembra o jornalista que foi o autor intelectual do programa “Frente a Frente”, plagiando dezenas de emissoras pelo Brasil afora, que a falta de criatividade lhe faltou no momento.

Exemplos tais sem criatividade temos, o show da manhã, panorama do vale, sala de redação, dentre muitos.

Sem questionar a razão meritória dos títulos postos em campanhas publicitarias, vocês hão de convir que a marca REGIStrando transcende a questão levantada pelo nobre jornalista sobre plágio.

José Regis de Souza

REGIStrando

Publicidade:

PROGRAMA DE RÁDIO DO DEPUTADO GEORGE SOARES

ge221111

REGIStrando

Publicidade:
Dentista

Prefeito de Carnaubais se reúne com superintendente do INCRA

thiago1

O prefeito de Carnaubais, Dr. Thiago Meira, acompanhado do senador José Agripino Maia e do secretário municipal de Recursos Hídricos, Alan Lacerda, esteve reunido com o superintendente do INCRA/RN, José Leonardo Guedes Bezerra.

O encontro ocorreu nesta quinta-feira, dia 9 de fevereiro, na sede da instituição, em Natal.

Na ocasião foram debatidos assuntos relativos aos danos causados pela longa e grave estiagem, bem como ações que possam de alguma forma minimizar seus efeitos.

Para o prefeito, Dr. Thiago Meira, esse é mais um esforço da atual gestão no sentido de melhorar a qualidade de vida dos habitantes de Carnaubais. “Nossa gestão, De Alma e Coração, não tem medido esforços para alcançar o equilíbrio administrativo/financeiro público do Município. A equipe está de mangas arregaçadas, trabalhando, dando o máximo, para que tudo aconteça no menor espaço de tempo possível. É o que temos recomendado e é isso que estamos e vamos continuar fazendo para chegarmos lá, tornar Carnaubais uma cidade melhor para se viver”, destacou Thiago Meira.

Enviado por Nelson Dantas

Publicidade: