Loading Player...


Você está ouvindo uma transmissão ao vivo ...
OUÇA EM OUTROS DISPOSITIVOS:
OR Choose your mobile to Tune-In

Banco do Brasil tem lucro de R$ 5,2 bi no 1º semestre; expansão é de 67%

bbbb

O Banco do Brasil (BB) registrou lucro líquido ajustado de R$ 5,2 bilhões no primeiro semestre deste ano, segundo o balanço divulgado hoje (10) em São Paulo. Em comparação com o mesmo período de 2016, houve um crescimento de 67,3%. No segundo trimestre (abril, maio e junho) o lucro ficou em R$ 2,62 bilhões, um crescimento de 7,2% em comparação aos primeiros três meses do ano.

A instituição fechou junho com uma carteira de crédito de R$ 696,1 milhões, crescimento de 1,1% em relação ao primeiro trimestre. Porém, em relação à primeira metade de 2016, a carteira ainda é 8,5% menor que os R$ 753 milhões registrados à época. Apesar da retração, o ligeiro crescimento no segundo trimestre foi a primeira expansão da carteira desde dezembro de 2015.

A carteira de crédito para pessoas físicas teve um ligeiro aumento (1,1%) na comparação com junho do ano passado, chegando a R$ 174 bilhões no fim do primeiro semestre. Desse montante, 36,9% foram emprestados via crédito consignado e 24,7% por financiamento imobiliário.

Com um total de R$ 43 bilhões, os financiamentos para aquisição de imóveis tiveram crescimento de 8,4% em 12 meses, enquanto os desembolsos com crédito consignado se expandiram 33,2%, atingindo R$ 18,5 bilhões.

Os empréstimos para pessoas jurídicas somam R$ 277,2 bilhões, uma retração de 15,4% em relação ao primeiro semestre de 2016. Nessa parte da carteira de crédito, 41,4% dos empréstimos são para capital de giro de empresas e 20,4% para investimentos.

A carteira de crédito para o agronegócio fechou junho em R$ 188,2 bilhões, uma expansão de 2% em relação ao mesmo período de 2016. Para o plano Safra 2017/18, o banco se preparou para desembolsar R$ 103 bilhões em financiamento, 42% mais do que para o período 2016/17.

Inadimplência

A taxa de inadimplência aumentou dos 3,89% do final de março para 4,11%, acima da média do sistema financeiro nacional, que caiu de 3,9% para 3,7% no período. O banco atribuiu parte dessa situação ao pedido de recuperação judicial de um grande cliente feito no ano passado. Desconsiderando essa situação, o percentual de não pagamento para o Banco do Brasil estaria em 3,7%.

Mesmo esse número, entretanto, significa um aumento em comparação com os 3,47% (desconsiderados os casos específicos) registrados no fim de março. O presidente do Banco do Brasil, Paulo Caffarelli, justificou a situação em razão da política da instituição, de manter a oferta de crédito, mesmo durante a crise, diferente do feito por outros bancos, que pararam de emprestar. Com isso, de acordo com Caffareli, o BB acabou sofrendo os impactos da conjuntura econômica.

“As crises passadas duraram menos do que cinco trimestres. Aqui, já passaram de 20. Nas crises passadas você teve menos de 400 empresas que recorreram à recuperação judicial. Nesta crise já passou de 4 mil empresas. É um ponto que tem que ser muito bem considerado. Nós não estamos lidando com uma crise como as passadas”, destacou ao falar da persistência da alta da inadimplência.

Caffarelli disse que o perfil da carteira de clientes da instituição também se reflete nos resultados. “Nós temos um volume grande de micro e pequenas empresas que foram menos resilientes a toda essa crise. É notório que um banco com o perfil do Banco Brasil, que tem uma carteira muito alta de micro e pequenas empresas, sofra mais do que os demais”, acrescentou.

Para os próximos meses, no entanto, o banco projeta um cenário mais favorável. “A gente espera para o segundo semestre de 2017 uma estabilidade. Com relação à inflação, a gente não tem nenhuma perspectiva de que vai ter um pico”, disse. A perspectiva do BB é de encerrar o ano com um lucro líquido ajustado entre R$ 9,5 bilhões e R$ 12,5 bilhões.

Daniel Mello – Repórter da Agência Brasil

Publicidade:
Senhorinha

Economistas do RN são homenageados em Sessão Solene na Assembleia

ECON

ECON1

O deputado estadual Carlos Augusto Maia (PSD) presidiu na manhã desta quinta-feira (10), Sessão Solene em homenagem ao Dia do Economista. O evento marcou ainda o lançamento de edição da Cartilha do Conselho, voltada para a educação financeira.

“Com conhecimentos cada vez mais consistentes, a economia do país vem podendo responder de forma cada vez mais adequada às crises que periodicamente assolam a economia nacional, de tal sorte que seus efeitos sejam cada vez menos sentidos. Assim também esperamos para o nosso Rio Grande do Norte”, afirmou Carlos Augusto em seu discurso.

Na ocasião, o parlamentar fez entrega de placas aos economistas Antônio de Lisboa Batista, Joacir Rufino de Aquino, Joani Brito de Sá, Roberto Máximo de Lima, Sérgio Cunha de Aragão Mendes e Vera Maria Olímpio Guedes. Já falecido, o economista Joseney Rodrigues de Queiroz Dantas recebeu homenagem póstuma e foi representado pelo professor Flauberto Torquato. Também foi homenageado com placa e certificado de Cooperação Institucional, o presidente do Tribunal de Justiça do Estado, desembargador Expedito Ferreira de Souza.

“É preciso admitir que apesar de tantos avanços, o pensamento econômico ainda não deu saída em definitivo para nosso maior problema, que são as nossas desigualdades sociais”, justificou o parlamentar, salientando que “o abismo que separa ricos e pobres é um escândalo que desafia principalmente os economistas do Brasil”, acrescentou o deputado.

Carlos Augusto Maia traçou uma radiografia da economia do país, falando da necessidade de se adotar um modelo de crescimento que distribua melhor os ganhos da economia. “Neste contexto louvemos as iniciativas do Conselho Regional e do Sindicato dos economistas do Rio Grande do Norte, que estão direcionando suas ações e a atuação de seus profissionais para se aproximarem cada vez mais da população mais pobre do Estado”, disse o propositor da Sessão.

O economista Joacir Rufino de Aquino, destacado como Economista do Ano de 2016, falou em nome dos homenageados, e em seu discurso lembrou da sua formação pela Universidade Estadual (UERN), falou da luta cotidiana dos profissionais da área nos diferentes ramos de atuação, citando a sala de aula e as pesquisas acadêmicas. Rufino também falou da gratidão aos colegas de profissão que indicaram seu nome para receber a honraria.

“Sabemos que o Brasil e o Rio Grande do Norte atravessam um período de crise e incerteza, mesmo assim acreditamos que o nosso Estado apresenta grandes potencialidades econômicas que vão muito além da Grande Natal e que podem funcionar como trunfos para gerar riqueza, emprego e qualidade de vida para os habitantes”, discursou Joacir Rufino.

Também homenageado, o presidente do Conselho Regional de Economia (Corecon), Ricardo Valério aproveitou o evento para lançar mais uma edição da Cartilha do Conselho, voltada para a educação financeira. Ele registrou que, em parceria com a Assembleia Legislativa, fará distribuição da revista na Escola do Legislativo, onde também irá proferir palestras sobre o tema.

Durante a Sessão Solene, foram convidados para compor a mesa o presidente do TJ, os reitores da UFRN, Ângela Paiva, e da UERN, Pedro Fernandes, e outras autoridades do Estado. Os deputados Hermano Morais (PMDB), Jacó Jácome (PSD) e Larissa Rosado (PSB) também participaram da solenidade.

ALRN

Publicidade:

ASSÚ: Prefeito reiterou pleito para liberação de emenda que atenderá projeto da feira-livre

2017-08-08-PHOTO-00000362

No contato que manteve terça-feira, dia 8, ao lado do deputado George Soares, com o secretário estadual de Agricultura, Pecuária e Pesca, Guilherme Saldanha, durante o AGROPEC Semiárido, em Parnamirim, o prefeito Gustavo Soares renovou o pedido para que o Governo do Estado possa disponibilizar a emenda parlamentar que contempla o projeto de modernização da feira-livre do Assú. “O secretário Guilherme Saldanha assumiu o compromisso de atender esta importante ação para nosso município”, frisou Gustavo Soares.

A emenda, indicada no OGE-Orçamento Geral do Estado pelo deputado George Soares, com dotação de R$ 400.000,00 (Quatrocentos mil reais), foi consignada na rubrica orçamentária da Secretaria. No dia 11 de julho foi entregue oficialmente o projeto arquitetônico para a nova estrutura da feira-livre do centro da cidade de Assú. A planta, elaborada pelo setor de Engenharia da Prefeitura, foi protocolada na Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Pesca, em Natal, com as presenças do prefeito e do deputado.

Investimentos – Ainda durante o diálogo com o secretário Guilherme Saldanha, o chefe do Executivo municipal obteve a confirmação de que o Assú será beneficiado com a construção de 20 (vinte) barragens subterrâneas e 20 (vinte) cisternas de produção para captação e armazenamento de água em povoados do setor rural do Assú. “Estamos otimistas com o empenho da palavra dado pelo secretário com referência aos recursos para a remodelação da feira-livre e, ainda, com o anúncio das ações que ele transmitiu”, completou o prefeito.

Foto: Marcos Costa/Assessoria

Prefeitura Municipal do Assú

Secretaria de Comunicação e Ouvidoria

Publicidade:

11 DE AGOSTO É FERIADO PARA QUEM TRABALHA EM BARES, RESTAURANTES E SIMILARES NO RIO GRANDE DO NORTE

small_941-dia-do-garcom

Por força da Convenção Coletiva de Trabalho do SINTBARN (Sindicato dos Trabalhadores em Bares e em Atividades Similares e Conexas do Rio Grande do Norte) o dia 11 de agosto é considerado feriado, portanto, os que trabalharem neste dia devem ser remunerados com adicional de 100%(cem por cento), ou então, deverão ser compensado com uma folga, independente das folgas referente aos descansos semanais remunerados, ou seja, uma folga independente das folgais normais.

De acordo com a convenção do SINTBARN este feriado é para todos os que trabalham em: Bares, Casas de Chá, Choperias, Churrascarias, Cervejarias, Lanchonetes, Buffet, Buffet Infantil, Galeterias, Pizzarias, Boates, Casas de Shows, Marmitarias, Self Services, Doçarias, Casas de Recepção,Cafeterias, Creperias, Restaurantes, Sorveterias, Sanduicherias, Empresas fornecedoras de alimentação a empresas aeroviárias, marítimas e empreiteiras,Empresas de Alimentação Industrial e as Empresas de Catering, no Estado do Rio Grande do Norte.

Por esta data já está consolidada nacionalmente como o dia do Garçom, o SINTBARN através da negociação coletiva com o sindicato patronal estabeleceu esta data como o dia de todo trabalhador da categoria profissional dos trabalhadores em bares, restaurantes e similares do Rio Grande do Norte.

O SINTBARN (Sindicato dos Trabalhadores em Bares e em Atividades Similares e Conexas do Rio Grande do Norte), através de seu presidente José Lemos, parabeniza a todos os integrantes da categoria, independente, de serem associados, ou não, ao sindicato, e deseja a todos muita saúde e paz para enfrentar as lutas árduas do nosso dia a dia.

Aproveitamos para solicitar aos companheiros que divulguem e compartilhem ao máximo esta informação com os demais da nossa categoria profissional, pois, ainda há muitas empresas que não cumprem esta cláusula da convenção por pensarem que o trabalhador não sabe deste direito.

SINTBARN

Publicidade:

Prefeitura do Assú apoia realização da I Jornada de Formação em Educação Patrimonial

2017-08-09-PHOTO-00000345

Por intermédio da Secretaria de Educação e Cultura, precisamente através da Secretaria Adjunta de Cultura, a Prefeitura Municipal do Assú é solidária com a realização da I Jornada de Formação em Educação Patrimonial, cuja programação inicia-se nesta quinta-feira, dia 10, se prolongando até o sábado, dia 12. O evento é promovido pelo Instituto Cobra Azul de Arqueologia e Patrimônio.

Segundo Paulo Sérgio de Sá Leitão, secretário adjunto de Cultura, a administração municipal se associou à empreitada por considerar de fundamental importância que se possa obter mais subsídios sobre o tema Educação Patrimonial. “Assú é uma cidade que detém um expressivo acervo patrimonial e é relevante que possamos conhecer como lidar melhor com esta riqueza cultural”, disse.

As atividades da I Jornada de Formação em Educação Patrimonial começaram hoje pela manhã, a partir de 8 horas, no auditório do Campus Avançado Prefeito Walter de Sá Leitão, da UERN-Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, palco de todo o conteúdo programático do evento. A partir de 19 horas ocorrerá o itinerário cultural, que terá lugar ao interior da Casa de Cultura Sobrado da Baronesa, centro da cidade.

Prefeitura Municipal do Assú

Secretaria de Comunicação e Ouvidoria

Publicidade:

Ezequiel volta a cobrar reabertura do Banco do Brasil de Santana do Matos

67c2c8de-a396-439b-bf44-f80c524b79ec

Os moradores de Santana do Matos vêm sofrendo com os transtornos provocados pelo fechamento da agência do Banco do Brasil, após ter sido alvo de práticas criminosas em janeiro deste ano. A agência também atendia aos munícipes da cidade vizinha de Bodó, para a realização dos serviços bancários. Passados 7 meses os moradores dos dois municípios precisam se deslocar para as outras cidades vizinhas, com Angicos e Jucurutu, resultando em gastos com o deslocamento.

A cidade de Santana do Matos tem uma população superior a 15 mil habitantes, tendo mais de 2 mil aposentados e uma cadeia produtiva do comércio e serviço que precisa fazer suas transações bancárias mas que atualmente contam somente com a agência dos Correios, pois no Banco do Brasil nãos se pode sacar, nem depositar, há somente o serviço de autoatendimento para pagamentos e transferências.

Diante dessa situação, o presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB) reforçou o encaminhamento ao superintendente do Banco do Brasil no Rio Grande do Norte, Ronaldo Alves de Oliveira solicitando a reabertura da agência. “O fechamento da agência está afetando a economia daquelas cidades do Seridó que estão na fronteira com a região Central. O comércio local já sente as consequências com a diminuição nas vendas. Pois as pessoas fazem suas compras nas cidades onde realizam o saques dos salários. A população está clamando pela reabertura da agência”, justifica Ezequiel Ferreira.

Outra ação legislativa do deputado visa beneficiar a região de fronteira entre o Seridó e a Central com o reforço de policiamento e melhores condições de trabalho para o destacamento que atua na delegacia no município de Lajes. “Com isto haverá mais condições de conter a criminalidade naquele setor do Estado”, explica Ezequiel Ferreira. Ainda para a região Central, Ezequiel solicitou do governo pavimentação e drenagem de ruas urbanas, em Lajes, que estão prejudicando e dificultando o tráfego e acesso de moradores.

ALRN

Publicidade:
Dra Isabela

Governo fixa valor máximo de financiamento do Fies para este semestre

img_cea58ddb6be28cbfed64a01406202d9e

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) publicou no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (10/8), portaria que estabelece, para este segundo semestre do ano, o valor máximo de financiamento para contratos e aditamentos de renovação semestral no âmbito do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

De acordo com o texto, esse valor será de R$ 42.983,70 para contratos formalizados até o 2º semestre de 2016 e de R$ 30 000,00 para contratos formalizados a partir do 1º semestre de 2017.

“Esses parâmetros serão implementados pelo agente operador diretamente no Sistema Informatizado do Fies (SisFies)”, cita a portaria publicada no DOU.

Agência Estado

Publicidade:
Assembleia Doe Órgãos

Agosto Lilás: Assembleia Legislativa promove audiência pública em São Gonçalo do Amarante

cac91279-bc1b-4a4a-b881-547b544fcf08

Dentro da programação da Assembleia Legislativa para o Agosto Lilás, mês dedicado ao combate à violência contra a mulher, a Casa promove nesta sexta-feira (11), a partir das 14h, no plenário da Câmara Municipal de São Gonçalo do Amarante, uma audiência pública com o tema “A dignidade da Mulher no Agosto Lilás”. O debate é uma iniciativa da Frente Parlamentar da Mulher, presidida pela deputada estadual Cristiane Dantas (PCdoB).

“Escolhemos a cidade de São Gonçalo para sediar essa primeira ação da Frente Parlamentar em razão dos índices de violência doméstica registrados no município. Diante disso, entendemos que é preciso levar cidadania e informação para as famílias e profissionais que atuam diretamente com o tema como forma de prevenir e combater esses casos”, justifica Cristiane Dantas, propositora da audiência pública.

O debate, que conta com a parceria da Defensoria Pública do Estado, será voltado para os profissionais da saúde, educação e assistência social do município, bem como para agentes de segurança pública e representantes do Ministério Público e do Tribunal de Justiça com atuação em São Gonçalo do Amarante. O objetivo é orientar e esclarecer abordagens acerca da Lei Maria da Penha, a prevenção da violência doméstica e a melhoria na rede de assistência das mulheres vítimas de violência no município.

A audiência vai suceder outra ação conjunta entre a Frente Parlamentar da Assembleia Legislativa e a Defensoria Pública, que promovem também a 12ª edição do projeto “Mulher Viver com Dignidade”, com o apoio da Prefeitura e da Câmara Municipal de São Gonçalo do Amarante. O evento é marcado por ações gratuitas que acontecerão das 8h às 12h, na Creche Municipal Maria Lalá da Costa, no bairro Santo Antônio.

Dentre as atividades oferecidas, destacam-se serviços na área de saúde, como atendimento em oftalmologia, ginecologia e aplicação de vacinas para crianças, oficinas práticas de confecção de sabão e rodas de conversa. A população terá acesso ainda aos serviços jurídico e psicossocial da Defensoria Pública do Estado.

ALRN

Publicidade:
Assembleia Doe Órgãos

Escola de Línguas do Campus da UERN de Assú abre com 60 vagas

uern10

Com o tema “A contribuição da Linguística de Corpus para o ensino de línguas estrangeiras”, aconteceu nesta quarta-feira, 9, a aula inaugural da Escola de Línguas do Departamento de Letras Estrangeiras (Eldele) do Campus Avançado Prefeito Walter de Sá Leitão da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), de Assú. A palestra, foi ministrada pelo professor Dr. Nilson Roberto Barros da Silva.

A Escola de Línguas do Campus de Assú foi aprovada por unanimidade, no último dia 03 de agosto, no âmbito da Comissão de Extensão, órgão ligado a Pró-Reitoria de Extensão (PROEX/UERN). Inicialmente, a Escola disponibiliza 60 vagas para este semestre, mas a estimativa de atendimento é de 120 alunos.

O objetivo é ofertar cursos regulares de inglês nos níveis básico, intermediário e avançado, assim como abrir espaço à formação de turmas de conversação e, ainda, ofertar cursos de português para estrangeiros. As aulas são voltadas para alunos, professores e técnicos-administrativos da UERN, bem como para a comunidade externa.

A equipe executora das atividades da Escola é composta pelos professores Antônio Gomes Diniz, Deny de Souza Gandour, Francislí Costa Galdino, Leodecio Martins Varela e Letícia Fernandes Malloy Diniz. A iniciativa é importante tanto para o aprimoramento da formação dos alunos do curso de Letras – Inglês, que têm a oportunidade de pôr em prática na condição de alunos-professores bolsistas os conhecimentos teóricos adquiridos no curso, como para os membros da comunidade acadêmica e da comunidade externa, que terão a oportunidade de estudar a língua inglesa e de melhorar seus conhecimentos sobre a língua vernácula.

As aulas da ELDELE do Campus de Assú serão ministradas nos turnos da manhã e da tarde, durante a semana, e no turno matutino aos sábados.

Enviado por Alderi Dantas

Publicidade:

Beto debate adequações ambientais de Projeto que vai gerar emprego e renda no setor de Petróleo

Beto_Reuniao_Projeto

O deputado federal Beto Rosado (PP) se reuniu, nesta quarta-feira (9), com representantes do Governo Federal e da Petrobrás, para debater adequações ambientais que viabilizem a aprovação do Projeto de Lei 4663/2016, de sua autoria, que prevê a venda dos poços maduros os quais a Petrobrás não tem mais interesse de explorar à iniciativa privada.

A proposta se encontra na Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. O projeto tem o objetivo de gerar emprego e renda na área de Petróleo, com a reativação dos poços que a Petrobras deixou de explorar, estando boa parte localizada em Mossoró, um dos maiores municípios produtores de petróleo em terra do Brasil.

“Esse projeto é fundamental para incrementar a economia, sobretudo no Rio Grande do Norte, como a reativação dos poços abandonados, que vão gerar emprego e renda para a população e royalties para os municípios produtores”, destacou Beto Rosado.

Participaram da reunião o coordenador de Exploração do IBAMA, Alexandre D’avignon; o assessor parlamentar do Ministério do Meio Ambiente, Klaus Serra; o líder do governo na Câmara Federal, João Aragão; o representante da Casa Civil, Luciano Martins; e os enviados da Petrobrás Rogério Augusto e Denise Alho.

Assessoria de Imprensa

Publicidade:
Campanha Criança Disk 100