Loading Player...


Você está ouvindo uma transmissão ao vivo ...
OUÇA EM OUTROS DISPOSITIVOS:
OR Choose your mobile to Tune-In

ASSÚ: Agenda de oficinas do projeto Quintais Produtivos inicia segunda-feira

Ação que está incluída na parceria firmada entre a Prefeitura do Assú e a Engie Energia Brasil S/A, em consequência das compensações ambientais pelo investimento que a empresa executa no município, o projeto que objetiva fortalecer a produção de hortaliças, frutíferas e forragens e criação de galinhas, dentre outros, na perspectiva agroecológica dos quintais produtivos, começa segunda-feira, dia 12, o itinerário de oficinas preparatórias para os potenciais beneficiários.

De acordo com a secretária municipal adjunta de Finanças, Aparecida Dantas, ao final dos cursos/oficinas será realizado um grande seminário integrado das ações de capacitação, tendo em vista todo o processo de ensino-aprendizagem e o redirecionamento do projeto, incluindo também o processo de monitoramento e avaliação que será de responsabilidade da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia que, consorciadamente com a Engie/Incentive, providenciará os relatórios e eventuais ajustes.

O roteiro de oficinas vai sequenciar até o mês de maio, compreendendo moradores das localidades rurais Professor Maurício Oliveira e Bela Vista Piató. A programação prevê a realização de oito cursos/oficinas. O primeiro curso/oficina será realizado de 12 a 16 de março, segunda a sexta da próxima semana, com o título “Empreendedorismo/Educação Ambiental – Gestão de Pequena Propriedade Rural – Organização e Gestão”, abrangendo as comunidades de Professor Maurício Oliveira (de 8 às 12 horas) e Bela Vista Piató (de 14 às 18 horas).

Postado por Alex Silva

Enviado por Luis Oliveira

Publicidade:
Jack Barbie

CONVITE: PREFEITURA MUNICIPAL DE ASSÚ

Enviado por Luis Oliveira

Publicidade:

Trabalhadores dos Correios entram em greve na segunda-feira

Principal reivindicação é intenção da estatal de modificar Plano de Saúde

O Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios, Telégrafos e Similares do Rio Grande do Norte, o Sintect RN, iniciarão na segunda-feira, 12, uma greve geral por tempo indeterminado.

A principal reivindicação da categoria, de acordo com o Sintect RN,  é a intenção dos Correios de modificar o Plano de Saúde dos trabalhadores, que estaria gerando déficit à estatal.

Um ato público está marcado já para o primeiro dia de paralisação. Será às 8 horas, no Complexo dos Correios da Hermes da Fonseca.

Portal no Ar

Publicidade:
Centro Odontológico Eudson

Kelps diz que Fátima precisa começar a falar menos de Temer e mais sobre o Rio Grande do Norte

O deputado Kelps Lima deu entrevista nas rádios do Vale do Açu na sexta-feira, 9 de março, e, a pedido dos entrevistadores, fez análises das várias pré-candidaturas que já estão postas no cenário de Governo do Rio Grande do Norte.

Ao analisar a situação da Senadora Fátima Bezerra, o deputado explicou que, apesar de ser uma figura vitoriosa da política potiguar, a representante do Partido dos Trabalhadores não apresentou, até agora, sintonia com a realidade da situação do Rio Grande do Norte e só olha, pensa e fala assuntos relacionados ao panorama político nacional. “Eu gosto de Fátima, mas ela precisa começar a olhar para o RN e menos para o PT” disse Kelps.

“Neste momento, o Rio Grande do Norte precisa restabelecer a confiança na máquina pública e ter foco na recuperação da economia, mas Fátima só fala de Temer, do Golpe, Lula, até na intervenção no Rio de Janeiro ela opinou…e a gente não vê uma construção de pensamento sobre como vai colocar os salários em dia, resolver a greve da UERN e espalhar confiança às empresas do RN que precisam gerar emprego e pagar impostos.”

Sobre Carlos Eduardo e Robinson Faria, Kelps disse o que toda a população do Rio Grande do Norte já sabe: Carlos Eduardo herdou o poder político do pai e dos tios, mantém-se no poder com apoio dos primos, e quer continuar no poder para passar os cargos eletivos para uma futura geração de Alves. Robinson Faria pratica a política mais antiga que existe entre as forças tradicionais e conseguiu piorar o que já estava ruim no Estado.

Blog do BG

Publicidade:
Leila cabeleileira

SEGUNDA-FEIRA ÀS 9H ESTREIA NA RÁDIO REGISTRANDO O PROGRAMA “REGIS COMENTA”

Com parcimônia, sem levantar questões de ordem pessoal, o programa de uma hora de duração, ao vivo, baseado nas noticias dos blogs do estado e região, fará comentários relacionados aos temas abordados.

Não nos furtaremos a questionar administrações da região e poderemos ter entrevistados ao vivo.

Vamos fazer desse programa a voz do que pensa e diz o cidadão (a) assuense, ouvindo via whatsapp, respondendo e comentando.

O programa dará o pontapé inicial de uma serie de bons profissionais e amadores que vão abrilhantar a rádio do futuro.

Adicionando o aplicativo ao lado direito do blog, e enviando nome e telefone para o whatsapp, 99908-6739, você vai concorrer a mil reais em dinheiro, sorteio que será realizado na “FEIRA DA LUA” do mês de junho.

José Regis de Souza

REGIStrando

Publicidade:
Leila cabeleileira

BLOG ESTUDA COM PROVEDOR POSSIBILIDADE DE FAZER AVALIAÇÃO SIMULTÂNEA DE TODOS OS PREFEITOS DO VALE

O site REGIStrando pretende saber do leitor do vale do Açu, uma avaliação através de enquete da atuação de todos os prefeitos da região nesses 434 dias de gestão num trabalho simultâneo.

O critério sera de um voto por aparelho celular ou computador.

Como o trabalho envolve toda região, de Assú a Macau, é preciso que a equipe técnica da empresa provedora do sinal, faça um levantamento aprofundado de avaliação da quantidade de votos recebidos e expostos na tela do blog.

Em breve estaremos anunciando a possibilidade da divulgação desse engenhoso trabalho.

José Regis de Souza

REGIStrando

Publicidade:
Leila cabeleileira

POLÍTICO PROFISSIONAL VAI TER BECO ESTREITO NESSA ELEIÇÃO

Considerando os melindres da política e a falta de opção, me parece que o brasileiro vai ter muita dificuldade em optar por candidatos a nível nacional e estadual.

A arte de burlar a justiça eleitoral é comum para esses velhos caciques do poder que pretendem renovar o mandato afim de manter o fórum privilegiado e evitar a cadeia.

Asseguro daqui do meu canto, que apesar da vigilância da justiça eleitoral, essa será a campanha mais cara de todos os tempos.

Dinheiro em mala, cueca, apartamentos, vai ser fichinha para esses corruptos.

Uma certeza tenho. Para quem labuta vinte e quatro horas fazendo o merchandising desse povo, em sendo, da casa, para eles um conta gotas resolve.

Uma fonte me passou,  que um líder político da região está muito preocupado por não ter ainda resolvido o problema de uma empresa de publicidade da capital do estado. Quanto aos heróis anônimos da terrinha não se comenta nada. Vão ter que esperar as migalhas da mesa da grande empresa para subsistir.

De nossa parte, já no ocaso da vida, mas, com um trabalho em andamento que vai mudar a história da radiofonia da região, me permito ficar a vontade para exercer a minha cidadania na urna, no blog e no rádio.

Sem expectativa de obtenção de vantagens, vamos jogar o jogo conforme as cartas.

José Regis de Souza

REGIStrando

 

Publicidade:

RÁDIO REGISTRANDO ABRILHANTA A SUA GRADE DE PROGRAMAÇÃO COM APARECIDA CUNHA

Olá! Sou Aparecida Cunha e convido você toda segunda às 08h15, para interagir comigo sobre os mais variados temas.

Trataremos sobre estratégias que facilitam a aprendizagem, como enfrentar o bullying, Coaching Educacional, Coaching de Vida, leitura, política e muito mais.

Vamos refletir sobre as questões que permeiam o nosso dia a dia num Mix de ciência e senso comum, por meio de uma abordagem descontraída e ousada.

Conto com sua companhia para pensar a vida, no programa INTERAGINDO COM VOCÊ…

Beijo, beijo e até lá!

Publicidade:
Jack Barbie

MÍDIA DE CREDIBILIDADE CONCEBE AUTENTICIDADE A QUALQUER GOVERNO

Um passo errado do governo Dória em São Paulo, quando propôs segurança efetiva aos ex-prefeitos, garantindo um efetivo policial para proteger ex-gestores, em detrimento da segurança do cidadão, o fez carrasco do paulistano, e do país inteiro.

Dória começou um governo em alta e com números até para concorrer a presidência da república.

Frase proferida pelo candidato ao palácio do planalto, Ciro Gomes: “A minha companheira tem um dos papéis mais importantes, que é dormir comigo. Dormir comigo é um papel fundamental”, quando ocupava o primeiro lugar nas pesquisas em 2002, foi determinante para a sua queda vertiginosa.

São muitos os exemplos de imagens públicas trabalhada pela mídia que vão do céu ao inferno como num passe de magica.

É bom que a consciência dos que ora se acham incólumes à tais circunstancias  fiquem atentos.

O desprezo à quem forma opinião e divulga os fatos com seriedade pode se configurar em situações constrangedoras, no momento em que as redes sociais ditam o que pode e deve ser considerado como o falso e o real.

José Regis de Souza

REGIStrando

Publicidade:
Dr Luiz Eduardo

Eleição presidencial já tem 11 pré-candidatos

Possibilidade de Lula ser impedido pela Lei da Ficha Limpa é considerada fator para pulverização de candidatos

A cinco meses para o início do registro das candidaturas, a corrida eleitoral deste ano começa a ganhar forma e já reúne pelo menos 11 postulantes ao Palácio do Planalto colocados oficialmente. Nesta quinta-feira, 8, os nomes do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do ex-ministro Ciro Gomes (PDT) foram lançados por seus partidos.

Analistas apontam o cenário de incerteza na disputa presidencial, reflexo da crise política, e o fim do financiamento empresarial como determinantes para a proliferação de candidaturas. A possibilidade de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), até agora líder nas pesquisas de intenção de voto, ficar impedido de concorrer com base na Lei da Ficha Limpa também é considerada um fator para a pulverização de candidatos.

Algumas dessas candidaturas, porém, são vistas como tentativa de os partidos se cacifarem nas negociações de alianças eleitorais, como a do próprio Maia. No evento em que “estreou” como pré-candidato à Presidência, o deputado foi reverenciado por líderes de siglas do Centrão e até por tucanos, que já têm no governador Geraldo Alckmin (PSDB) seu pré-candidato. Eles ainda tentam atrair o DEM para a chapa presidencial.

A exemplo da candidatura do DEM, considerada de centro, no campo da esquerda a postulação da deputada estadual gaúcha Manuela D’Ávila (PCdoB) também é vista com ceticismo. Historicamente, o partido tem se colocado como linha auxiliar do PT e aliados dizem ter dúvidas se ela a manterá até o fim.

“O quadro está aberto. Partido grande não tem candidato forte, candidato mais forte está em partido fraco. O primeiro colocado nas pesquisas está impedido e o outsider saiu. O governo é bom nos resultados econômicos e pessimamente avaliado. Isso tudo dá muita insegurança para se apostar em coligações agora”, afirmou o cientista político Rubens Figueiredo.

A fragmentação vista no campo de centro, que reúne, além de Maia e Alckmin, o senador Álvaro Dias (Podemos), pode ficar ainda maior caso o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (PSD), concorra. Ele negocia filiação ao MDB, mas dirigentes da sigla têm dito que a prioridade, em caso de candidatura própria, é do presidente Michel Temer – que diz não ter a pretensão de disputar a reeleição.

“Vemos a pré-candidatura do Maia com o mesmo respeito com que vemos a do Meirelles. E inclusive alguma do MDB que possa ser lançada”, disse nesta quinta o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun.

Fator Lula

Na esquerda, a indefinição sobre Lula incentiva a fragmentação. Além do petista e de Ciro, o PSOL lança neste sábado, 10, o líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, como pré-candidato. Embora considerada mais ao centro, a ex-ministra Marina Silva (Rede) – oficializada como pré-candidata em dezembro – disputa o mesmo eleitorado.

No outro extremo, o PSL filiou na quarta-feira, 7, o deputado Jair Bolsonaro (RJ), 2.º colocado nas sondagens eleitorais. O empresário João Amoêdo foi lançado pelo Novo em novembro.

Para o cientista político Vitor Marchetti, da Universidade Federal do ABC, uma das medidas do que chama de “desestruturação” de sistema político é o número de candidaturas. Para ele, já é possível projetar 18 nomes. “Nosso recorde foi em 1989, quando 22 candidatos se lançaram. A diferença é que em 1989 a descoordenação era reflexo da inauguração do regime, já 2018 é retrato de sua desconstrução.” Vitorioso na primeira eleição após a redemocratização, o senador Fernando Collor (AL) é pré-candidato pelo PTC.

A reportagem adotou o critério de desconsiderar pré-candidaturas não citadas nos principais institutos de pesquisa, como a da ex-apresentadora Valéria Monteiro, lançada pelo PMN.

“Com a crise e a ausência de candidatos com poder de aglutinação, todos os partidos resolveram se aventurar”, afirmou o cientista político Carlos Melo, do Insper. A consequência, disse, pode ser um 2.º turno entre nomes com poucos votos. Para Marchetti, “uma candidatura que consiga 20% dos votos no 1.º turno terá grande chance de sair vitoriosa”.

Por Igor Gadelha, Isadora Peron, Carla Araújo, Valmar Hupsel Filho e Pedro Venceslau

ESTADÃO

Publicidade: