Loading Player...


Você está ouvindo uma transmissão ao vivo ...
OUÇA EM OUTROS DISPOSITIVOS:
OR Choose your mobile to Tune-In

PREFEITO DE CARNAUBAIS DECRETA LUTO OFICIAL PELA MORTE DE FRANCISCA FONSECA DE MENDONÇA (KIKITA) MÃE DO VEREADOR JOSENILDO DO PT

Postado por Iria Araujo

Publicidade:
Leila cabeleileira

Assú: Prefeitura declara sentimento de pesar pela morte do radialista Ruy Maurício

A Prefeitura Municipal do Assú, através do prefeito Gustavo Montenegro Soares, lamenta profundamente o prematuro falecimento ocorrido na manhã desta quarta-feira (05), em Mossoró, do radialista FRANCISCO MAURÍCIO DA CUNHA, cujo nome artístico em décadas de atuação na radiofonia do estado e do Nordeste era RUY MAURÍCIO (foto).

Natural de Angicos, Ruy Maurício tinha 63 anos de idade e veio a óbito em consequência de um infarto fulminante em sua residência.

Ruy Maurício iniciou sua carreira em 1974 como locutor-noticiarista na Rádio Poti, em Natal, depois exercendo a profissão em várias emissoras do RN, PB, PE, BA e CE.

Também deu sua importante contribuição profissional em Assú, compondo a equipe da Rádio Princesa do Vale AM (hoje Princesa FM).

Ele exerceu ainda a presidência do Sindicato dos Radialistas de Mossoró e Região.

“Presto minha total solidariedade em nome do Assú, onde Ruy Maurício atuou na rádio Princesa durante vários anos e em várias funções, aos familiares e amigos que choram consternados e se despedem desta grande figura humana e importante personagem da área de comunicação da região e do estado, deixando uma grande lacuna no setor. Que Deus assegure seu lugar no Reino dos Céus”, disse Gustavo Soares.

Postado por Iria Araujo

Publicidade:

CRISE: Sistema Fiern confirma desligamento de 80 colaboradores por causa da pandemia

O Sistema Fiern divulgou nesta terça-feira (4) que 80 colaboradores foram desligados devido à crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. As demissões atingiram trabalhadores da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (Fiern), Serviço Social da Indústria (Sesi), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e do Instituto Euvaldo Lodi (IEL).

Em nota, o Sistema Fiern lembrou que, no início da pandemia, “publicou a decisão de não desligar, mesmo com a queda de receitas, colaboradores até o mês de julho de 2020”. Ressaltou que “o próprio Sistema ‘S’ no Brasil precisou formalizar desligamentos, suspender serviços e reposicionar metas” e que “agora, infelizmente, também chegou a nossa vez”.

Para tomar tal atitude, o Sistema Fiern considerou ainda “a queda geral de receitas em, aproximadamente, 40% (média comparativa feita em relação ao mesmo período do ano anterior), além de outras medidas de corte e contenção de despesas”.

Explica também que, entre os demitidos, “muitos aderiram ao plano de desligamento voluntário ou dispõem de algum outro vínculo que gera comprovada renda”.

Nota na íntegra:

Com o efetivo início da pandemia do Covid-19, o Sistema FIERN adotou e publicou a decisão de não desligar, mesmo com a queda de receitas, colaboradores até o mês de julho de 2020. A frustração de receita, inclusive, foi maior que a simulação feita em março, quando tudo começou. Por razões que todos conhecem a pandemia afetou empresas e organizações. O próprio Sistema “S” no Brasil precisou formalizar desligamentos, suspender serviços e reposicionar metas. Agora, infelizmente, também chegou a nossa vez.

Alinhado com as diretrizes do Sistema Indústria (CNI/SESI/SENAI/IEL) quanto à nova orientação de atuação do SESI, SENAI e IEL, considerando a queda geral de receitas em, aproximadamente, 40% (média comparativa feita em relação ao mesmo período do ano anterior), além de outras medidas de corte e contenção de despesas, o Sistema FIERN lamenta informar que, nesta data, está formalizando o desligamento de 80 colaboradores, muitos dos quais que aderiram ao plano de desligamento voluntário ou que dispõem de algum outro vínculo que gera comprovada renda.

O Sistema FIERN agradece a todos os colaboradores desligados, ao mesmo tempo em que renova todos seus compromissos de atuação institucional em defesa da indústria e do desenvolvimento econômico.

Natal, 04 de agosto de 2020

G1 RN 

Publicidade:
JC Contabil

RN registra 52.566 casos confirmados de Covid-19 e 1.926 mortes pela doença

O Rio Grande do Norte chegou nesta terça-feira (4) a 52.566 casos confirmados de Covid-19 e registrou 1.926 mortes pela doença. São 32 óbitos a mais em relação ao boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde Pública do dia anterior.

Há ainda 63.235 casos suspeitos e outros 82.615 descartados. O número de pacientes recuperados segue em 27.923. Outros 208 óbitos estão sob investigação.

Até segunda-feira (3), eram 52.030 casos confirmados e 1.894 vítimas da Covid-19 no estado.

O novo boletim da Sesap aponta que o RN tem 397 pessoas internados por causa da Covid-19, sendo 264 na rede pública e 133 na rede privada. A taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) é de 62,3% na rede pública e de 37% na rede privada.

A Sesap também divulgou que 145.440 testes de coronavírus foram realizados no estado desde o início da pandemia, sendo 65.563 RT-PCR (conhecidos também como Swab) e 79.877 sorológicos.

Números do coronavírus no RN

52.566 casos confirmados
1.926 mortes
27.923 confirmados recuperados
63.235 casos suspeitos
82.615 casos descartados

G1 RN

Publicidade:

ASSÚ: Comitiva do Executivo fez entrega de escola que recebeu melhoramento estrutural

Unidade escolar da rede pública local de ensino, a Escola Municipal Janduís, no bairro da Cohab, área urbana do município, fez parte do itinerário administrativo definido para terça-feira, dia 4 de agosto, da Prefeitura do Assú. O ato formal de entrega ocorreu neste dia. Nesta agenda de trabalho, o prefeito Gustavo Montenegro Soares, a secretária de Educação e Cultura, Shirley Pinto, e outros integrantes do governo municipal, percorreram as instalações do estabelecimento, que recebeu serviços de renovação da pintura e revisão de equipamentos dos sistemas hidráulico e elétrico, dentre outras benfeitorias estruturais.

Na referida unidade, o investimento financeiro contabilizou R$ 34.244,20. A Escola Municipal Janduís fez parte da relação de instalações escolares que foram contempladas com obras de reforma, conservação e ampliação. Também foram beneficiados os seguintes equipamentos educacionais do Assú: Escola Professora Nair Fernandes Rodrigues, no centro da cidade; Escola Municipal Professor Antonio Guerra, na comunidade rural de Linda Flor; Escola Luíza de França, no bairro São João; Escola Sebastião Alves Martins, na localidade rural de Riacho; e, a Escola Monsenhor Júlio Alves Bezerra, na comunidade rural de Nova Esperança.

Imagem: Assessoria

Prefeitura Municipal do Assú
Secretaria de Comunicação e Ouvidoria

Publicidade:

ASSÚ: PREFEITURA FEZ A ENTREGA DE ESCOLA PÚBLICA NA QUAL FORAM APLICADOS MAIS DE R$ 556 MIL

Fruto do programa de reforma a ampliação estrutural de unidades escolares da rede pública municipal de ensino, a remodelada estrutura física da Escola Municipal Maria Neuda Bezerra, situada no conjunto Parati 2000, foi entregue oficialmente nesta terça-feira, dia 4 de agosto, pela Prefeitura do Assú. O acontecimento foi marcado pelas presenças do prefeito Gustavo Montenegro Soares e da secretária municipal de Educação e Cultura, Shirley Pinto, dentre outros integrantes da administração pública. O investimento realizado no núcleo de ensino – com recursos próprios do erário municipal – foi de R$ 556.473,53.

O estabelecimento educacional foi completamente revitalizado e expandiu sua área de compartimentos, inclusive sendo dotado de um amplo cômodo para recreação e outras atividades extraclasse, criando a condição para que mais alunos possam ser absorvidos pelo referido ambiente escolar. A secretária lembrou que a ação arquitetônica é feita já com a atenção de deixar todos os imóveis escolares urbanos e rurais aptos para outro investimento de suma importância: a climatização das salas de aula e demais repartições, com os recursos, na ordem de R$ 250 mil, assegurados por uma emenda parlamentar do deputado George Soares.

Imagem: Assessoria

Prefeitura Municipal do Assú
Secretaria de Comunicação e Ouvidoria

Publicidade:
Assembleia Doe Órgãos

Conselho da UFRN aprova proposta de Faculdade em Currais Novos

O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) da Universidade Federal do Rio Grande do Note (UFRN) aprovou, nesta terça-feira (4), a proposta de criação da Faculdade de Engenharia, Letras e Ciências Sociais do Seridó (FELCS), por desmembramento do Centro de Ensino Superior do Seridó (Ceres). A decisão tem o objetivo de fortalecer o campus de Currais Novos em suas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

De acordo com a UFRN, a aprovação da proposta da FELCS se deu após uma antiga discussão sobre a reestruturação do Ceres Currais Novos, para criação de uma nova Unidade Acadêmica Especializada, “com o intuito de dar identidade, distinguindo a Faculdade dos demais campi da UFRN, considerando sua história e sua relevância regional; de conquistar autonomia administrativa e financeira; de ampliar a oferta de cursos de graduação e de pós-graduação; entre outros objetivos”.

Nesse sentido, a FELCS construirá uma identidade voltada, especialmente, para a área das Engenharias, visto que está em trâmite a pactuação de vagas para o curso de Engenharia de Produção, bem como irá manter cursos na área de Letras e Ciências Sociais.

A diretora do Ceres, Sandra Kelly de Araújo, considerou que a aprovação de hoje é fruto de décadas de sonhos e anseios da comunidade de Caicó e de Currais Novos, por concretizar um avanço no processo de interiorização do ensino público superior. Para o vice-diretor do Ceres, Alexandro Teixeira Gomes, a aprovação é um marco histórico para a UFRN, confirmando o compromisso institucional com a interiorização.

Ainda segundo a UFRN, a proposta de criação da Faculdade de Engenharia, Letras e Ciências Sociais do Seridó (FELCS) ainda passará pelo Conselho de Administração (Consad) e pelo Conselho Universitário (Consuni).

Campus Currais Novos

Até a aprovação da proposta da Faculdade de Engenharia, Letras e Ciências Sociais do Seridó (FELCS), a estrutura do Ceres Currais Novos é composta por dois departamentos – Departamento de Letras (DLC), que abriga dois cursos de licenciatura (Letras Português/Inglês e Letras Língua Espanhola) e um curso de Mestrado Profissional; e o Departamento de Ciências Sociais e Humanas (DCSH), que abriga dois cursos de bacharelado, Administração e Turismo.

No âmbito da pós-graduação stricto sensu, há o Programa (em rede nacional) de Mestrado Profissional em Letras, além de sediar um Polo de Ensino a Distância, com a que oferta de nove cursos de licenciatura (Ciências Biológicas, Educação Física, Física, Geografia, História, Letras, Matemática, Química e Pedagogia).

Portal da Tropical

Publicidade:
Clinica Sorrir

ASSÚ: Município desenvolverá Intenso cronograma alusivo à campanha Agosto Lilás 2020

Iniciativa que nasceu com o objetivo de alertar a população sobre a importância da prevenção e do enfrentamento à violência contra a mulher, incentivando as denúncias de agressão, que podem ser físicas, psicológicas, sexuais, morais e até patrimoniais, a campanha Agosto Lilás, edição 2020, será vivenciada na cidade do Assú, sob a organização da Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Assistência Social, Trabalho, Cidadania e Habitação, com a intenção de alcançar um público bem heterogêneo.

Para esta realização, que se desenvolverá por todo o mês, o órgão público dispõe de farto material publicitário e informativo. Além disso, adianta o titular da pasta, Carlos Júnior, as redes sociais serão uma ferramenta de grande relevância na difusão da programação traçada, em virtude do instante pandêmico provocado pela COVID-19. Na agenda de eventos constam atividades tendo por parâmetro o conteúdo da Lei Maria da Penha, a violência contra a mulher e a rede de proteção existente no município.

A campanha também terá à disposição toda a estrutura de profissionais do quadro de recursos humanos da Secretaria e, ainda, convidados especiais, egressos de outras entidades e instituições, que irão contribuir com a reflexão e conscientização pelo fim da violência contra a mulher. O secretário adverte que, no contexto da pandemia, a violência contra a mulher aumentou substancialmente, inclusive em Assú, e o Agosto Lilás torna-se mais que oportuno para promover um amplo debate acerca do tema com a participação da sociedade.

Imagem: Assessoria

Prefeitura Municipal do Assú
Secretaria de Comunicação e Ouvidoria

Publicidade:
Senhorinha

Campanha da ALRN estimula diálogo sobre violência doméstica NO ESTADO

Crédito da Foto: Divulgação

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte vem mobilizando instituições, gestores e entidades da sociedade que lidam com a temática da violência doméstica no Estado para integrarem a partir do próximo dia 06 de agosto, em razão dos 14 anos da Lei Maria da Penha a campanha “Violência Doméstica: precisamos dar um basta nisso”. O objetivo é combater a violência dentro de casa e conscientizar as pessoas em relação aos danos físicos e psicológicos que a vítima acumula.

A mobilização já tem a adesão de membros do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte (TJRN), via a Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar; o Ministério Público Estadual (MPE/RN); a Defensoria Pública Estadual (DPE/RN), Governo do RN, Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SESED/RN); Secretaria de Estado das Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos – (SEMJIDH/RN); Prefeitura Municipal do Natal; Secretaria de Trabalho e Ação Social; Secretaria de Políticas para as Mulheres; organizações não governamentais, entre outras.

O crescimento dos casos de violência doméstica é resultado da pandemia do novo coronavírus que provocou o isolamento das pessoas em suas casas, em quarentena, desde o mês de março; o mundo parou e os efeitos já são sentidos na economia, na educação e em questões sociais. Um dos casos que mais chama atenção em relação ao período de isolamento social é a violência doméstica. No Brasil, os números aumentaram e no Rio Grande do Norte, os casos cresceram (assustadoramente) 258%.

Dados da violência doméstica no Brasil – principalmente em relação a vítimas mulheres – apontam que 1 em cada 5 mulheres já foi espancada pelo companheiro e, em 71% dos casos, a violência ocorre com frequência. O tema é um dos mais discutidos entre os deputados estaduais durante as sessões remotas na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte e também o que mais registra solicitações de requerimentos ao Executivo como reforço policial e ainda, projetos de lei.

Uma das leis aprovadas no período de pandemia e já em atividade é a Lei da Delegacia Virtual para o enfrentamento à violência contra a mulher, de autoria da deputada estadual Isolda Dantas (PT). A iniciativa criou um canal virtual de atendimento e registros de denúncias para ampliar o combate à violência doméstica contra as mulheres potiguares. Com a criação de um canal de comunicação via WhatsApp, o dispositivo assegura o recebimento de denúncias, registros de ocorrências, envio de fotos e documentos relativos aos crimes e situações de violência doméstica.

Outra iniciativa é da deputada Eudiane Macedo (Republicanos) que protocolou recentemente projetos que dizem respeito à segurança das mulheres. Um deles proíbe nomeação de agressores no serviço público estadual, e o outro reconhece empresas que contratarem mulheres em vulnerabilidade. Sobre o Selo “Amiga da Mulher”, de acordo com o projeto de lei, será um reconhecimento a empresas que tiverem em seus quadros de funcionários, pelo menos 5% de mulheres que já tenham sido vítimas de violência doméstica.

A Assembleia Legislativa também aprovou dois projetos de lei voltados para o combate às agressões sofridas em ambiente doméstico e que obriga os condomínios residenciais comunicarem aos órgãos de segurança pública casos de violência doméstica e familiar contra mulher, criança, adolescente ou idoso, em seus interiores e o que autoriza o projeto “Casa Abrigo” em Natal. Os dois projetos são de autoria da deputada Cristiane Dantas (SDD). O segundo projeto de lei autoriza a instituição do projeto “Casa Abrigo” em Natal, com atendimento regional, e é amparado pela Lei Maria da Penha.

Na próxima quinta-feira (6) a campanha será lançada às 9h em uma live com transmissão pela TV Assembleia.

ALRN

Publicidade:
Jack Barbie

CARNAUBAIS: PROJETO CIDADE LIMPA – REVITALIZANDO PONTOS IMPORTANTES DO MUNICÍPIO

A equipe do projeto cidade limpa faz diariamente esta prestação de serviço à população, executando o trabalho de varrição, retirada de entulhos, lixo domiciliar e outros materiais de natureza orgânica além  do recolhimento de podas, que são alojados por seus moradores nas vias públicas.

Primar pela limpeza pública tem sido uma das prioridades da gestão Dr. Thiago.

Postado por Iria Araujo

Publicidade:
Leila cabeleileira