Loading Player...


Você está ouvindo uma transmissão ao vivo ...
OUÇA EM OUTROS DISPOSITIVOS:
OR Choose your mobile to Tune-In

GUSTAVO SOARES INICIA RESGATE DE DÍVIDA SALARIAL HERDADA DA GESTÃO PASSADA

PAGAMENTO

O débito – cerca de R$ 3,3 milhões entre salários e encargos – deixado pela gestão municipal de Assú, finalizada em 2016, junto ao funcionalismo público, começou a ser resgatado nesta quarta-feira, dia 11. A quitação da dívida dos proventos devidos aos servidores – há mais de uma década o município não assistia ao final de um governo deixando pendências financeiras do gênero – foi anunciada pela secretária municipal de Finanças, Maria da Conceição Barbosa Bezerra.

Para garantir a regularização da folha salarial do mês de dezembro/2016, o governo Gustavo Soares lançou mão de recursos que, na prática, deveriam ser utilizados para fazer caixa visando o compromisso com a remuneração mensal dos servidores públicos, referente a janeiro em curso, de sua própria gestão. Por opção do governo passado, a folha de dezembro/2016 foi quitada para o pessoal comissionado, em detrimento de parte dos trabalhadores efetivos.

Hoje, a Prefeitura Municipal do Assú pagou todo o mês de dezembro/2016 para os servidores enquadrados nos 60% do FUNDEB e nos 10% (ambos da Educação) e todo o contingente de funcionários da Saúde. Nesta quinta-feira, dia 12, está prevista a liberação dos valores correspondentes aos órgãos sindicais e consignações em folha, de todo o conjunto de servidores, relativos ao mencionado mês de dezembro.

Prefeitura Municipal do Assú – Secretaria Adjunta de Comunicação (Seacom)

Publicidade:
Campanha Criança Disk 100

MINISTRO DA SAÚDE REÚNE PREFEITOS EM MOSSORÓ

1234

Todos os gestores a frente dos municípios e seus secretários de saúde estão convidados a participar da palestra. Ricardo Barros ainda anunciará a liberação de recursos para o estado

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, se reunirá nesta quinta-feira (12) na cidade de Mossoró com prefeitos dos municípios de todo estado do Rio Grande do Norte. Os gestores a frente dos municípios e seus secretários de saúde estão convidados a participar da palestra “Reflexão sobre as ações de saúde”, onde serão discutidos assuntos relevantes para a otimização do Sistema Único de Saúde (SUS). O encontro acontecerá no Teatro Dix – Huit, na avenida Rio Branco, sem número, Centro, Mossoró (RN). Na ocasião, Barros ainda fará anúncios de liberação de recursos de emendas parlamentares e custeio de serviços que funcionavam sem verbas federais.

Prioridade do ministro Ricardo Barros nos primeiros 200 dias à frente da pasta, a otimização de gastos alcançou uma eficiência econômica total no país de R$ 1,9 bilhão, possibilitando aumentar a assistência no Sistema Único de Saúde (SUS) à população. Destes, R$ 1,3 bilhão são destinados a serviços como Centros de Atenção Psicossocial (CAPs), Atenção domiciliar, Centro Especializado em Reabilitação, Laboratório de prótese dentária e atendimento oncológico.

Mais de mil municípios de todos os estados e do Distrito Federal receberão verbas federais, para custear 5.933 serviços hospitalares e ambulatoriais, voltados à assistência especializada e atendimento de média complexidade. Também estão previstos recursos para serviços da rede de urgência e emergência, incluindo SAMU 192, de alta complexidade, como assistência oncológica. “É importante entender as necessidades, reconhecer as melhorias da parte do financiamento federal dos serviços de saúde. Criar uma boa articulação entre os entes federativos e a bancada federal para que os recursos possam chegar com maior facilidade ao estado”, enfatiza Ricardo Barros.

GESTÃO EFICIENTE – Além do financiamento de serviços e a habilitação de novos, a economia de recursos da atual gestão do Ministério da Saúde também permitiu a incorporação de novos medicamentos, como o dolutegravir usado no tratamento de aids, e na compra de repelentes para gestantes cadastradas no programa Bolsa Família. Considerado atualmente o melhor medicamento para tratamento da aids, o Dolutegravir foi adquirido 70% mais barato e a incorporação não alterou o orçamento do Ministério para aquisição de antirretrovirais, que é de R$ 1,1 bilhão. Cerca de 100 mil pacientes começarão a usar o Dolutegravir no primeiro semestre de 2017.

O SUS incorporou outros cinco medicamentos. Entre eles, a apresentação em adesivo do medicamento Rivastigmina para Alzheimer; paracalcitol e cinacalcete para pacientes com hiperparatireoidismo; tobramicina um antibiótico inalatório e o 4 em 1 (Veruprevir, Ritonavir, Ombitasvir e Dasabuvir) para o tratamento de Hepatite C.

Por Gabriela Rocha da Agência Saúde

Publicidade:
Clinica Sorrir

MINISTRO RICARDO BARROS VISITARÁ QUATRO UNIDADES DE SAÚDE EM MOSSORÓ NESTA QUINTA-FEIRA

trajeto

O ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP), cumprirá agenda em Mossoró, no Rio Grande do Norte, nesta quinta-feira (12), a convite do deputado federal Beto Rosado (PP). Também acompanharão a visita o governador Robinson Faria (PSD) e a prefeita Rosalba Ciarlini (PP). Após mudança na agenda, ficaram definidas visitas a quatro unidades de Saúde.

Às 8h, o ministro visitará a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Raimundo Benjamim Franco, no bairro Belo Horizonte. Em seguida, concederá entrevista coletiva à imprensa, ainda no local. A partir das 9h, Barros conhecerá as instalações do Hospital Regional Tarcísio Maia.

O terceiro compromisso da comitiva ministerial será às 10h, no Centro Regional de Saúde (USARP), no bairro Nova Betânia. A última visita será à Clínica de Reabilitação Integrada (CRI), localizada no mesmo bairro, às 11h.

Para finalizar a agenda administrativa, Ricardo Barros fará uma reunião com prefeitos e secretários de Saúde do Rio Grande do Norte, no Teatro Dix-Huit Rosado, às 11h50, que terá como tema “Reflexão sobre as ações em Saúde”.

As unidades que serão visitadas receberam recursos federais indicados por Beto Rosado, por meio de emendas ou reivindicações. O deputado destacou que o momento será importante para firmar compromissos de ações do Governo Federal com os gestores potiguares.

Allan Darlyson – Assessoria de Comunicação do deputado Beto Rosado

Publicidade:

ALTO DO RODRIGUES: RELAÇÃO DOS BENEFICIÁRIOS DO PROGRAMA GARANTIA SAFRA

Garantia-Safra-1

Aos que não receberem o boleto em sua residência até esta sexta-feira, dia 13, favor dirigir-se à secretaria de Agricultura (localizada próximo ao Supermercado Soberano) a partir da segunda-feira, 16 de janeiro, para o recebimento do boleto com vencimento para o dia 31/01/2017.

safra

safra1

Postado por Altonoticias

Publicidade:
Dra Isabela

SECRETARIAS PRODUZIRÃO RELATÓRIOS ACERCA DE DANOS EM CONSEQUÊNCIA DE CHUVA FORTE

OBRAS1

OBRAS2

OBRAS3

OBRAS4

Equipes das secretarias municipais de Infraestrutura, Obras e Serviços Públicos, da Prefeitura do Assú, prosseguem por todo o período da manhã desta quarta-feira, dia 11, o trabalho de visitação a diversos pontos da área urbana e periférica do município. A tarefa objetiva identificar os setores mais afetados pela força das águas em razão da forte chuva registrada na tarde de ontem, terça, dia 10.

O secretário de Infraestrutura, Nuilson Pinto, instruiu no sentido de que seja realizado todo um levantamento fotográfico para anexar as imagens ao relatório que tratará do assunto. O documento, depois de devidamente elaborado, será entregue ao prefeito Gustavo Soares. Também servirá de parâmetro para a estratégia que as pastas estão definindo com o propósito de dar resposta às demandas mais emergenciais decorrentes da precipitação pluviométrica.

Fotos: Alex Silva

Prefeitura Municipal do Assú/Secretaria Adjunta de Comunicação (Seacom)

Publicidade:

CARVALHO SUPERMERCADO: INFORMATIVO

Cópia_de_segurança_de_ofertas final

Publicidade:
Clinica Sorrir

ESCOLA DA ASSEMBLEIA CRESCEU EM NÚMERO DE CURSOS OFERECIDOS NO ANO DE 2016

CURSOS

A mestranda em Direito Samara Taiana Lima, 26 anos, procurou a Escola da Assembleia interessada no curso de francês básico. A estudante tomou conhecimento sobre a oferta dos cursos e logo fez a sua inscrição na instituição de ensino da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

“Acho muito democrático esse acesso gratuito ao ensino que está sendo proporcionado pelo Legislativo Estadual, afinal, nem todos têm condições de custear cursos desse nível, especialmente aqueles voltados para o mercado de trabalho. É a primeira vez que venho à Escola da Assembleia e optei pelo francês porque quero aperfeiçoar o idioma para minha prova de proficiência do doutorado”, comentou Samara.

Como ela, tantos outros cidadãos já se beneficiaram da oferta de cursos na Escola da Assembleia. As vagas se ampliaram cinco vezes, o que gerou números surpreendentes. Só no primeiro semestre de 2016 foram 216 atividades acadêmicas nos níveis de capacitação pessoal, palestras técnicas, curso de graduação, mestrado e pós-graduação.

Os resultados são consequência do planejamento que a Casa concebeu e que considera transformar seu braço de educação numa ferramenta para aperfeiçoamento do servidor e do cidadão. Também são fundamentais os convênios com UFRN, UnP, Justiça Federal, TCE, FECAM, entre outros.

“A Escola da Assembleia é modelo para todo o Brasil, tendo sido a primeira a oferecer um curso de mestrado profissional entre as casas legislativas do país. A atual gestão do Legislativo Estadual assumiu o compromisso de fortalecer a Escola da Assembleia, fazendo dela referência em qualidade de ensino para a população. Os avanços da instituição a cada novo semestre se refletem na quantidade de novos cursos oferecidos e de pessoas atendidas”, destacou o presidente da Assembleia, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB).

Desde que decidiu investir em educação como forma de aperfeiçoamento, a atual gestão da Assembleia Legislativa diversificou a oferta conseguindo cumprir uma das principais metas do planejamento estratégico, a participação democrática. Na Escola da Assembleia, nos últimos meses do ano passado, a oferta de cursos abarcou alunos de todas as faixas etárias.

É o caso da pequena Ana Júlia, 3, que teve a oportunidade de aprender as noções iniciais de música em um curso realizado pela Escola da Assembleia em parceria com a UFRN. Foi o policial militar Welckson Charles quem levou a filha. “Eu vi a divulgação dos cursos no site da Escola da Assembleia (www.al.rn.gov.br). Quando vi esse curso não pensei duas vezes. Tem tudo a ver com a Ana Júlia e ela está na idade certa pra começar, tendo 3 anos e 11 meses”, justificou Welckson, que também tentou matricular a outra filha, mas não conseguiu porque ela já havia completado 8 anos, ultrapassando o limite de 7 anos da turma.

A gaúcha Sílvia Maria Fonseca de Souza, nutricionista aposentada pela UFRN, já cursou francês, espanhol e em 2016 enveredou para o teatro: “Gosto de me movimentar, sou curiosa, amei as aulas. O problema é que acabam e ficamos com gosto de quero mais”, brincou a aluna, que agora em 2017 pretende dar sequência ao aprendizado com outros cursos.

Para o servidor Alexandre Filgueira, o mestrado está oferecendo todo o respaldo técnico e os conhecimentos adequados na área de Gestão Pública: “A Escola da Assembleia está oferecendo qualificação ao corpo técnico e esse conhecimento irá retornar para a Casa”. Filgueira faz parte da primeira turma que concluirá o curso agora em 2017.

Para o assessor parlamentar Wagner Fernandes Campos. “Torna-se difícil escolher algo em particular quando analisamos o bom atendimento por parte da equipe técnico-administrativa, o alto grau de conhecimento dos mestres e a boa estrutura do espaço físico. Posso dizer que o que eu mais gosto é da própria Escola da Assembleia”, resume.

O técnico em Informática João Alves Ferreira Neto, que atua no setor de redes, considera a graduação uma realização pessoal: “É uma oportunidade que se tornou possível graças à Assembleia Legislativa. Essa qualificação de nível superior vai me possibilitar usar as ferramentas para planejar, elaborar e gerenciar projetos, assim como otimizar e dar qualidade aos serviços que presto aqui na Assembleia”.

Aluna da especialização, a assistente social Francisca Edineide também considerou o passo uma realização pessoal e de um sonho. “Foi uma oportunidade única que agarrei com força e fé”, afirmou.

Como consequência da expansão das atividades, a procura pelos cursos da Escola da Assembleia disparou, e só entre os variados cursos do ano passado pode-se contabilizar os de manejo de softwares de edição de texto e imagens a idiomas, além de cursos voltados para públicos específicos como media training, gestão e fiscalização de contratos, licitação, marketing político, noções de direito administrativo etc.

“O conteúdo adquirido foi muito bom. Muita coisa que eu ainda não sabia tive acesso nas aulas. Outra coisa que me impressionou foi o nível do professor, além da atenção e da preocupação que teve com os alunos. Ele se dirigia a cada um de nós para saber das dificuldades e não só buscou solucionar nossas dúvidas, como as resolveu realmente”, ressaltou Paulo Victor, aluno do 1º ano do ensino médio, que procurou a Escola da Assembleia para o curso de Corel Draw/Photoshop.

Referência

Quando o assunto é capacitação técnica voltada para o Poder Público, a Escola da Assembleia também é referência. A instituição se firmou como marco no Rio Grande do Norte, e a ela recorrem câmaras, prefeituras e outras instituições como o Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Tamanha procura culminou recentemente em um acordo de cooperação entre a Escola da Assembleia e a Federação das Câmaras Municipais do RN (Fecam), que possibilitará o intercâmbio de professores, estudantes e técnicos administrativos dessas instituições visando à realização de atividades voltadas à pesquisa, ao ensino, à extensão e à gestão universitária. Além disso, a parceria busca oferecer noções sobre organização de eventos acadêmicos, científicos e culturais; cursos dos mais diferentes níveis e categorias; consultoria técnica; intercâmbio de informações e publicações acadêmicas, científicas e culturais; e facilitação do acesso à infraestrutura informacional e laboratorial das instituições.

Foi essa parceria que viabilizou recentemente a capacitação de cerca de 30 servidores de 14 Câmaras que se inscreveram no treinamento oferecido pelo Programa Interlegis, vinculado ao Instituto Legislativo Brasileiro (ILB), do Senado Federal, para modernizar seus processos internos.

Para o diretor da Escola da Assembleia, Carlos Russo, os frutos colhidos até agora refletem o planejamento que a instituição decidiu abraçar para se tornar a referência que é hoje. “Não por acaso mudamos até a nomenclatura, porque ‘escola’ supõe ser um espaço democrático, de crescimento coletivo, exatamente como pensamos e queremos nossa Escola da Assembleia”, afirmou.

ALRN

Publicidade:
Assembleia Doe Órgãos

CAMALEÃO COMEMORA 15 ANOS DE SUA FUNDAÇÃO E ELEGE A SUA MUSA 2017

cv4

cv5

cv6

cv7

cv8

cv9

cv1

cv2

cv3

A Associação Sportiva Sociedade Unida (ASSU), presidida pelo empresário Leônidas Medeiros comemorou na Pizzaria Papo de Calçada, na noite desta terça-feira dia 10/01, os 15 anos da fundação do representante do vale do Açu no campeonato estadual e elegeu a musa do camaleão, que apontou como vencedora a modelo Aline Dayenne Bernardo de Menezes.

No evento, prestigiado por autoridades do município foi apresentado o  uniforme para temporada 2017.

As fotos para o www.tokk.com.br, foram de Ubirajara Barbosa.

Reportagem completa no site www.tokk.com.br – Marcos Henrique.

José Regis de Souza

REGIStrando

Publicidade:
Senhorinha

MACAU: CORDÃO DA FANTASIA FAZ BAILE À FANTASIA NA AABB EM NATAL

cordão

Será no próximo sábado, 14, a partir das 23 horas, nos salões da AABB, em Natal, a 6ª Festa à Fantasia-grande prévia carnavalesca do reinado de momo macauense, que acontece tradicionalmente na capital potiguar.

O baile entra este ano para a quarta edição e deve reunir novamente um bom número de macauenses, além do público da capital e de várias regiões do Estado. A animação ficará por conta da roda de samba “Samba de Branco” e do cantor Leão Neto e Banda Mestre Avelino.

Outras informações: www.cordaodafantasia.com.br

Comissários: Isaac Ribeiro – (84) 98883-3292, Marcos Pinto – (84) 99899-9889, Renan Ribeiro – (84) 98600-9582 e Sheila Carvalho – (84) 98861-1661.

Celso Amâncio

Publicidade:
JC Contabil

PESQUISADOR MOSSOROENSE PARTICIPA DE CONGRESSO INTERNACIONAL EM LISBOA

Carlos Guera Jr ao lado do rapper o rapper Luaty Beirão (1)

Jornalista Carlos Guerra Júnior irá apresentar painel sobre rap angolano no congresso “Activims in Africa”

O pesquisador e jornalista mossoroense Carlos Guerra Júnior irá participar do congresso internacional “Activisms in Africa” nesta quinta-feira (11) na cidade de Lisboa, em Portugal. Trata-se de um evento com participações de pesquisadores de três continentes (África, América e Europa), com o intuito de debater academicamente as formas de ativismos políticos acontecidos na África.

Neste congresso, o pesquisador irá apresentar um trabalho desenvolvido sobre o rap em Angola, no qual é denominado “Mudança de tom: uma análise da nova tendência pessimista no rap angolano”. Carlos Guerra Júnior faz doutorado em ciências da comunicação na Universidade de Coimbra, também em Portugal, na qual realiza uma pesquisa sobre o rap como forma de ativismo político no espaço lusófono.

Carlos relata que o trabalho do seu doutorado envolve a análise de conteúdo do estilo musical rap no Brasil, Portugal, Angola e Moçambique. Neste congresso, ele vai apresentar um recorte da pesquisa, tratando uma nova fase do rap em Angola, onde envolveu a prisão de 17 ativistas e a crise do petróleo, em um país que possui o mesmo presidente desde 1979.

“A prisão de 17 ativistas, que estavam lendo apenas um livro fez com que os rappers se sentissem desmotivados a continuarem lutando, pois um dos presos era um rapper, chamado Luaty Beirão. Então analiso duas músicas gravadas entre junho de 2015 e julho de 2016, que foi o período das prisões. No entanto, eles foram soltos em junho de 2016, após muita pressão internacional e as entrevistas posteriores mostram alguma perspectiva de mudança”, declarou Carlos Guerra Júnior, que já participou de ações com Luaty Beirão em Portugal.

O pesquisador mossoroense afirma que estudar em Portugal despertou o interesse por pesquisar sobre outros países que tem a língua portuguesa como idioma oficial. De acordo com o jornalista, os países estão muitos ligadas no aspecto cultural e isso gera influências mútuas.

“Esses países estão ligados porque tiveram o mesmo império de colonização. Dessa forma, há muitas características culturais que são semelhantes. E a mesma língua faz com que haja trocas de informações. O Brasil é o maior exportador cultural desse eixo, porque tem grandes investimentos na comunicação. Dessa forma, a música, a novela e os filmes brasileiros chegam nesses países. Porém, quando acontece há uma análise contrária, também é possível perceber como a África pode ensinar a Europa e a América do Sul. Acreditar que a África é só sinônimo de miséria e atraso é uma análise muito superficial, porque se trata de um continente muito rico culturalmente e com ações muito inovadoras. É a mãe genitora dos outros continentes”, ressaltou Carlos Guerra.

O jornalista ainda projeta realizar ações futuras desse seu estudo no Nordeste. Além de buscar acompanhar o rap do Nordeste, ele tem observado a relação disso com outros produtos culturais da região, como o repente e a literatura de cordel. “Há muito o que se aplicar disso no Nordeste, observando como a música pode ser uma forma de comunicação autêntica, comunicar-se com outros meios e inclusive inovar a Universidade. Conversei sobre uma proposta com o rapper cearense RAPadura e em breve podemos fazer algumas ações no Nordeste e inclusive no Rio Grande do Norte”, comentou.

Quem é o pesquisador?

Carlos Guerra Júnior é formado em comunicação nas habilitações jornalismo e radicalismo, pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. A sua maior experiência como jornalista foi na área esportiva, onde trabalhou como assessor de imprensa, além de rádio, televisão e jornal. Ele possui passagens tanto em veículos do RN, como Band Natal, Jornal DE Fato e Jornal Metropolitano, bem como foi vencedor do concurso Craque do Futuro, do Jornal LANCE!. Além disso, possui pós-graduação em administração e marketing esportivo pela Faculdades Nordeste. Todavia, o contato com novas culturas possibilitou com que o jornalista descobrisse outras áreas de estudo e, desde então, tem se dedicado a pesquisa sobre ativismo político e música, com ênfase em rap. O pesquisador possui mestrado em comunicação e jornalismo pela Universidade de Coimbra, bem como é doutorando em Ciências de Comunicação pela mesma universidade. Em Portugal, o jornalista tem realizado vários eventos em Lisboa e Coimbra, além de participar da realização de ações acadêmicas, políticas e socioculturais. Carlos Guerra Júnior ainda é rapper, na qual ele usa o nome artístico Mossoró, para se apresentar.

Link do evento:

http://cei.iscte-iul.pt/ activismsinafrica/en/mudanca- de-tom-uma-analise-da-nova- tendencia-pessimista-no- discurso-do-rap-angolano/

RAMON NOBRE

Assessoria de Imprensa

Publicidade:
JC Contabil