Loading Player...


Você está ouvindo uma transmissão ao vivo ...
OUÇA EM OUTROS DISPOSITIVOS:
OR Choose your mobile to Tune-In

O Grupo de proteção Animal SOS ANIMAL clama a população e às autoridades públicas piedade para com os animais da cidade

“Todos os dias recebemos denúncias de maus tratos e abandonos aos animais em Assu, infelizmente, nem sempre podemos averiguar as denúncias e muito menos resgatar todos os animais, pq manter um animal já custa caro, imagine recuperar a saúde de vários, ainda mais sem ajudas fixas.

Infelizmente a população ainda acha bobagem denunciar essas crueldades por achar que nada acontecerá, mas é importante que todos que nos procurar pra trazer essas denúncias registrem BOs também, pra DP de Assu atentar pra o grande número de crimes nessa natureza na cidade.

Temos a Lei ToTó, que prevê no mínimo multa pra quem maltrata animais, o problema é que precisamos da cooperação da população para denunciar, da polícia civil para levar essas denúncias adiante, coisa que nem sempre acontece.

Por enquanto a única coisa que sabemos é do apoio da polícia militar que tem nos acompanhado na averiguação de denúncias e resgate de animais. Mas o que adianta resgatar um animal maltratado de um tutor se nada acontecer a ele? Nada! Por isso clamamos que as pessoas denunciem e cobrem das autoridades e que os outros grupos de proteção também adotem essa postura, pois a luta pelo reconhecimento dos direitos dos animais é dura e sozinhos pouco podemos!

Nas proximidades da rua que fica por trás do Rebouças animais têm aparecido com marcas que aparentam facadas, animais agonizando até a morte devido a crueldade de MONSTROS, quem faz isso com um animal não merece sequer ser chamado de humano. Além disso, hoje resgatamos um animal tb maltratado no Frutilândia, o BO não foi feito hoje contra seu Proprietário porque a DP de Assu não estava realizando BO na ocasião.

Fica aqui o nosso apelo às autoridades públicas, ao Ministério Público e à prefeitura, que prometeu que contribuiria pra redução desses animais e, consequentemente, de seu sofrimento através de castração e até agora NADA.

Larissa Soares Veloso

Presidente do SOS ANIMAL Assu

Publicidade: