Loading Player...


Você está ouvindo uma transmissão ao vivo ...
OUÇA EM OUTROS DISPOSITIVOS:
OR Choose your mobile to Tune-In

Municípios do Agreste são beneficiados com pleitos do deputado Ezequiel Ferreira

ezequiel1

O projeto Dia de Campo tem por objetivo transmitir aos agricultores familiares tecnologias de ponta adotadas para a cultura especializada. Atento a essa ação que vai melhorar a vida do homem do campo de Serra de São Bento, na região Agreste, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB) encaminhou requerimento ao governador Robinson Faria (PSD) e ao diretor presidente da Empresa de Pesquisa Agropecuária (EMPARN) que o município seja incluído no cronograma do Projeto.

“O Dia de Campo consta de aulas expositivas e demonstrativas sobre temas que envolvem a cadeia produtiva, voltada para agricultores familiares. A capacitação é destinada, também, aos pequenos produtores. Dessa forma, o curso vai trazer grandes benefícios para a população rural. Por isso, solicitamos o estudo de viabilidade técnica para a sua realização em Serra de São Bento”, justifica o deputado Ezequiel.

O Dia de Campo é muito importante para os participantes porque promove a comunicação entre produtores rurais, técnicos agrícolas e pesquisadores que buscam encontrar soluções sustentáveis de desenvolvimento para uma região.

O projeto difunde novidades em termos de tecnologia e cria condições e oportunidades de planejamento de safras, alternativas mais sustentáveis para aumentarem a rentabilidade e a produtividade, fortalecendo assim a agricultura.

Outro município do Agreste a ser beneficiado com a ação parlamentar do deputado Ezequiel é Santo Antônio, para onde sugeriu que seja realizado convênio entre o município e o Estado para a pavimentação e drenagem de ruas; solicitou aumento do efetivo policial militar, bem como a disponibilidade de uma viatura para auxiliar nas atividades policiais e melhores condições de trabalho. Solicitou ainda a construção de uma quadra poliesportiva na comunidade sítio Laje.

“Governo do Estado precisa levar investimentos como drenagem e pavimentação de ruas para o interior, assegurando assim uma boa infraestrutura nas cidades para melhorar a qualidade de vida da sua população e o desenvolvimento socioeconômico dos municípios”, reforçou o deputado Ezequiel Ferreira.

Audiência proposta por Mineiro vai discutir políticas de apoio às tradições juninas

MINEIRO

Por proposição do deputado Fernando Mineiro (PT), a Assembleia Legislativa vai promover audiência pública na próxima quinta-feira (11), às 15h, para discutir os festejos, quadrilhas juninas e a cultura no Rio Grande do Norte. O parlamentar explica que o debate visa propor políticas públicas de apoio às tradições juninas.

“A audiência será a oportunidade para debater e sugerir ações na área da Cultura, voltadas para os festejos juninos, refletindo sobre a tradição cultural do Estado e do Nordeste e seus efeitos na economia local, bem como mobilizações e envolvimento de vários setores da sociedade com o tema”, justifica Mineiro.

Para compor o debate, foram convidados pela Casa Legislativa representantes da Fundação José Augusto (FJA), Fundação Cultural Capitania das Artes (FUNCARTE), Liga das Quadrilhas Juninas do RN (LIQUAJUTERN), União Nordestina de Entidades Juninas (UNEJ), Secretaria de Cultura de São Gonçalo do Amarante e sociedade civil.

Festas Juninas no Nordeste

Embora sejam comemoradas em todo Brasil, na região Nordeste as festas juninas ganham grande expressão. O mês de junho é o momento de prestar homenagens aos três santos católicos: São João, São Pedro e Santo Antônio. Por ser uma região afetada periodicamente pela seca, os nordestinos aproveitam as festividades para agradecer as chuvas raras na região, que servem para manter a agricultura.

As festas representam também um importante momento econômico, movimentando o turismo local. Hotéis, comércios e clubes aumentam os lucros e geram empregos nos municípios. Embora a maioria dos visitantes sejam brasileiros, é cada vez mais comum encontrarmos turistas europeus, asiáticos e norte-americanos que chegam ao Brasil para acompanhar os festejos juninos.

Memória

A Assembleia do Rio Grande do Norte está atenta ao assunto. Por meio de uma lei de iniciativa do deputado George Soares (PR), sancionada pelo Executivo Estadual em 2013, a festa de São João do município do Assu, no Oeste potiguar, foi reconhecida como patrimônio cultural, imaterial e histórico do Rio Grande do Norte. No ano passado, outras duas festas juninas do interior do Estado foram agraciadas com o título: a Festa de Santa Luzia, em Mossoró, por propositura da deputada Larissa Rosado (PSB); e a Festa de Santa Rita de Cássia, em Santa Cruz, proposta pelo deputado Tomba Farias (PSB).

Dentre outras vantagens, o título possibilita a obtenção de benefícios de políticas públicas, buscando assegurar a preservação e manutenção da festividade.

Crédito da Foto: João Gilberto

ALRN

Publicidade: