Loading Player...


Você está ouvindo uma transmissão ao vivo ...
OUÇA EM OUTROS DISPOSITIVOS:
OR Choose your mobile to Tune-In

EX-ASSESSOR SAUDOSO DO GOVERNO IVAN JÚNIOR CRITICA MEDIDA DE CONTENÇÃO DE DESPESAS DO PREFEITO GUSTAVO SOARES AO DETERMINAR CORTE DE LINHAS DE TELEFONIA MÓVEL DE AUXILIARES

SNJ

Vejo com muito respeito a postagem do blogueiro e ex-assessor do governo Ivan Júnior, Samuel Nário, na sua página na net, onde se pronuncia contra a anunciada e elogiada decisão do prefeito Gustavo Soares em extinguir o custeio com a manutenção das linhas de telefone celular à disposição dos integrantes de primeiro escalão, que vai gerar uma economia  estimada em R$ 7 mil mensais – R$ 84 mil no ano aos cofres do município.

O conceituado blogueiro afirma que “A questão é que essa economia irá refletir negativamente no bom andamento da comunicação entre os auxiliares da prefeitura e na prestação de alguns serviços” e sugere que “O mais sensato seria a gestão Gustavo Soares repensar essa medida” e conclui aconselhando a equipe do novo governo a “Continuar com o serviço de telefonia móvel, diminuindo o número de linhas e consequentemente reduzindo o custo mensal”.

O direito de todo cidadão de opinar é sagrado, legitimo e democrático. O de montar uma equipe de governo e determinar as regras de condução de estilo administrativo é de total responsabilidade do gestor eleito para esse fim.

É preciso ter consciência que um ciclo da vida politica do município acabou e conselheiros da gestão passada já deram a sua contribuição exercendo função pública com relevantes serviços prestados a comunidade.

Quanto ao “corte dos telefones móveis dos auxiliares do governo Gustavo Soares”, vejo que, todos os escolhidos pelo prefeito para o exercício de cargos de confiança da sua administração, possuem a sua linha própria e particular de telefonia celular, o que não impedirá o contato rápido e preciso para o bom andamento da administração, cada um, custeando a tarifa mensal do seu aparelho e utilizando o serviço gratuito do whatsapp.

José Regis de Souza

REGIStrando

Publicidade: