Loading Player...


Você está ouvindo uma transmissão ao vivo ...
OUÇA EM OUTROS DISPOSITIVOS:
OR Choose your mobile to Tune-In

Direção da TV Assembleia do RN integra nova diretoria da Astral

ASTRAL

A TV e Rádio Assembleia do Rio Grande do Norte integram a nova diretoria da Associação Brasileira de Televisão e Rádios Legislativas (Astral). A eleição aconteceu nesta quarta-feira (7), durante a 21ª Conferência Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (CNLE), em Foz do Iguaçu, no Paraná, e contou com a participação do diretor da TV Assembleia, Bruno Giovanni, e do gerente executivo da TV Assembleia do RN, Gerson de Castro, que vai fazer parte da equipe como tesoureiro.

“Esse é um momento de renovação entre os associados, TVs Câmara e Senado e emissoras legislativas estaduais, e o Rio Grande do Norte está incluído na nova diretoria da Astral”, disse Gerson de Castro.

O diretor da TV Assembleia, Bruno Giovanni, acredita na ampliação do espaço do legislativo potiguar no debate sobre comunicação legislativa do país. “Somos incentivadores da transparência e modernização da comunicação legislativa que deve ser cada vez mais conectada às redes sociais para atrair o cidadão a conhecer o legislativo. Com a nova cadeira na diretoria, vamos apoiar as ações e ampliar as atividades do legislativo potiguar”, destaca o diretor.

Na ocasião do encontro, o deputado federal Márcio Marinho (PRB-BA) foi eleito o novo presidente do Conselho Político da Astral. O parlamentar é secretário de Comunicação da Câmara Federal e destacou como prioridade fortalecer a rede legislativa com o país.

A novidade é que o novo presidente pretende concluir, em pouco tempo, a instalação da Rádio Câmara de Natal, que terá conteúdo compartilhado com a Assembleia Legislativa e a Câmara dos Deputados.

O Rio Grande do Norte também terá espaço na diretoria técnica da Astral, com a diretora da TV Câmara Municipal de Natal, Vírginia Coelli.

A Astral congrega emissoras de rádio e TV mantidas pelos Poderes Legislativos das esferas federal, estadual e municipal. Com o encontro, a Associação pretende trocar experiências, estimular a criação e funcionamento de rádios e TVs legislativas, além de promover o debate sobre o papel desses veículos de comunicação como instrumento de transparência das ações do Legislativo, de aprimoramento do sistema democrático e do exercício da cidadania.

Unale

A Conferência Nacional da Unale é o maior encontro parlamentar da América Latina, com painéis que destacam o trabalho técnico das Procuradorias, Recursos Humanos, Escolas da Assembleia, Comunicação, Secretarias Legislativas e Administrativas, TV e rádio Assembleia e atividades do Legislativo.

Comunicação da Assembleia do RN apresenta resultados das redes sociais na Unale

REDES SOCIAIS

A crescente audiência nas redes sociais da Assembleia Legislativa do RN – que é considerada pela Unale a um exemplo de grande interatividade com os cidadãos – foi um dos painéis da 21ª Conferência Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (CNLE), que acontece em Foz do Iguaçu, no Paraná. A coordenadora de Comunicação da ALRN, a jornalista Marília Rocha, fez a apresentação do case de sucesso nesta terça-feira (7), para os participantes do evento. A Conferência se encerra na próxima sexta-feira (9).

O convite à Coordenadoria de Comunicação foi motivado pelo destaque das redes sociais da Casa, que apresenta o maior número de seguidores no Instagram, entre todas as Assembleias do Brasil: em dois anos, passou de pouco mais de dois mil seguidores para mais de 23 mil, registrando 1050% de aumento. No Facebook o incremento foi de 60% (passando de cerca de 4 mil para 6,9 mil) e no Twitter, uma ampliação de 50%, atingindo 15 mil seguidores no último dia 31. “Compartilhamos a experiência e os bons resultados com os colegas jornalistas das Assembleias de todo o país e apresentamos o nosso trabalho no mundo digital: adaptamos as ações parlamentares à linguagem das redes sociais para que o Legislativo Potiguar esteja sempre perto do internauta”, detalha Marília Rocha.

A integração com o Jornalismo, a linguagem própria das redes sociais e utilização de vetores e ilustrações são largamente utilizados na cobertura diária das atividades parlamentares, seja por meio das sessões plenárias, comissões, audiências públicas ou solenidades. Os novos recursos, à medida que são lançados, também são incorporados, como o ‘stories’ e o Carrossel, utilizados nas redes sociais seja para divulgar informes, campanhas educativas, postagens de cidadania, utilidade pública ou datas comemorativas, que costumam ser replicados pelos seguidores.

Outra ação da equipe de Comunicação, incluindo as ações da Coordenadoria de Imprensa e Divulgação do Legislativo do RN é um trabalho integrado das plataformas como o site (www.al.rn.gov.br). “O envio de e-mail marketing, e mais recentemente, a utilização de listas de transmissão no aplicativo Whatsapp, que leva aos cadastrados diariamente o boletim diário de notícias ampliam a divulgação e transparência no Legislativo”, destaca o jornalista e coordenador de Imprensa e Divulgação, Rodrigo Rafael.

O aumento da divulgação da comunicação da Assembleia com a programação da TV Assembleia para a imprensa, os servidores, os próprios parlamentares e a população em geral também foi destaque na palestra.

A didática da apresentação foi elogiada pelos participantes e pelos coordenadores do evento, com destaque para as dicas de uso de recursos ao vivo, ‘hashtags’ que aproximam e legendas contextualizadas do trabalho legislativo e a ação em destaque.

Tomba solicita que recursos da alienação de bens sejam investidos em saúde e segurança

TOMBA

Durante a sessão plenária desta quarta-feira (7) da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Tomba Farias (PSB) solicitou o uso de recursos provenientes da alienação de bens do Estado para ações nas áreas de saúde e segurança. De acordo com o parlamentar, a razão para o pedido de retirada de pauta da matéria na sessão de ontem (6) foi motivada pela preocupação da Casa da nova receita ser utilizada com custeio e não investimento.

“O Estado enfrenta graves problemas na saúde e segurança. A alienação de bens do Estado vai permitir uma receita extra para o Governo e não somos contra isso. Agora, esses recursos devem ser empregados em ações permanentes e não transformados em despesas corriqueiras. É essa definição que estamos pleiteando”, esclarece Tomba, ressaltando que o Executivo também deveria ter decretado calamidade pública na segurança, a exemplo do que fez também no dia de ontem com a saúde pública.

Tomba Farias aproveitou a oportunidade para cobrar do Governo uma solução para a questão da Universidade do Rio Grande do Norte (UERN), cuja despesa anual gira em torno de R$ 350 milhões. “O executivo estadual assume uma responsabilidade que não é sua, o Ensino Superior, quando não pode arcar com as suas obrigações constitucionais, como é o caso do Ensino Médio”, explicou o parlamentar durante o seu pronunciamento.

Currais Novos

O deputado Tomba Farias também registrou, na fala realizada na sessão desta quarta-feira, que encontrou recentemente o prefeito de Currais Novos Odon Júnior (PT), de quem cobrou ações em favor da educação e da saúde do município. “Eu disse ao prefeito que não acreditava que um prefeito petista não estava cumprindo com o piso salarial dos professores. Também lembrei a ele da Clínica de Hemodiálise, uma cobrança feita quando ele era vereador e que deve agora ser executada”, narrou Tomba, reforçando que o seu mandato na Assembleia está à disposição do município de Currais Novos.

Hermano Morais lamenta precariedade do prédio do Itep em Natal

ITEP

A precariedade do prédio do Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep), localizado no bairro da Ribeira, foi destacada no pronunciamento do deputado Hermano Morais (PMDB), na manhã desta quarta-feira (7), na Assembleia Legislativa. O parlamentar lamentou a falta de infraestrutura a qual são submetidos funcionários e população.

“Falta espaço para os corpos, os que não são liberados ficam espalhados no chão e as famílias são orientadas a chamar os veículos das funerárias para retirar os corpos por falta de espaço. As pessoas ali estão trabalhando em condições muito precárias. Falta condição de trabalho e estímulo para esses trabalhadores”, descreveu Hermano Morais.

O parlamentar lembrou que a Assembleia aprovou, no ano passado, a proposta governamental que criou o “Estatuto do Itep”, mas nada foi feito até o momento. “Os servidores esperam que esse estatuto seja efetivado. Sem contar com a necessidade de realização de concurso público para as carreiras técnicas e de um sistema de segurança que atende as necessidades mínimas”, citou.

Em aparte, o deputado Tomba Farias (PSB) destacou a necessidade de solucionar esse problema. “A parte física deixa muito a desejar e a gente quando vai até lá, sai impressionado com a falta de oportunidade por parte das pessoas que lá trabalham, de fazer um trabalho bem feito”.

O deputado Nélter Queiroz (PMDB) também contribuiu com o debate falando sobre proposta apresentada por ele ao Governo do Estado. “As informações que tenho é que o Governo do Estado vai levar a Ceasa para Parnamirim. Baseado nisso, aquele terreno seria ideal para construir o Itep e a própria Secretaria de Segurança”, disse.

ALRN

Publicidade:
Assembleia Leg