Loading Player...


Você está ouvindo uma transmissão ao vivo ...
OUÇA EM OUTROS DISPOSITIVOS:
OR Choose your mobile to Tune-In

CARNAUBAIS: UMA LUTA INGLÓRIA

A vida de um trabalhador da mídia é espinhosa, ousada e corajosa.

Labutamos vinte e quatro horas por dia em defesa de um projeto alheio que acreditamos, somando desafetos, sujeitos a questionamentos judiciais, tudo que se possa imaginar para proporcionar que o seu escolhido obtenha sucesso nas urnas e justifique para ao eleitor o que foi proposto em campanha.

Muitas das vezes, o trabalhador da mídia não consegue o objetivo e sofre mais que o perdedor do pleito.

Em Carnaubais, passei por essa dor em duas ocasiões em que abracei o projeto de Dinarte Diniz para prefeito. O choro é livre e foi na minha residência.

Numa terceira tentativa, com a mesma determinação fui a luta (O histórico do blog comprova).

Por decisão de Dinarte, o nome do candidato foi substituído pelo o do Dr. Thiago Meira, por circunstancias de saúde. O fato me entristeceu mas fui a luta. No meio de uma batalha só os fracos desistem.

Dr. Thiago Meira ganhou a eleição.

O trabalhador da mídia nunca recebeu um centavo do prefeito eleito, sequer um agradecimento. Até colaborou, por solicitação do próprio prefeito de hoje, articulou um encontro com o deputado George Soares que resultou em um apoio incondicional a sua candidatura.

Hoje, passados um ano e três meses do que foi citado, o trabalhador da mídia é tratado como se fosse um adversário.

O trabalhador da mídia considera essa atitude como “Ossos do ofício” quase comum no meio em que labuta.

José Regis de Souza

REGIStrando

Publicidade: