Loading Player...


Você está ouvindo uma transmissão ao vivo ...
OUÇA EM OUTROS DISPOSITIVOS:
OR Choose your mobile to Tune-In

Caern esclarece que a ETE Jaguaribe tem licenças para início das obras

CAERN1

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) está trabalhando para ampliar a cobertura do esgotamento sanitário na capital para o índice de 100%. Para a execução deste trabalho, a Companhia está trabalhando na construção de duas novas Estações de Tratamento de Esgotos (ETE). Para atender bairros das zonas Oeste e Sul, a ETE que está em fase de terraplenagem é a Guarapes, já para a Zona Norte a ETE é a Jaguaribe.

Na ETE da Zona Norte, a Companhia que já tem todas as licenças e autorização para execução da obra, e tendo cumprindo etapas importantes com a população, dentre eles, a execução de audiência pública atendeu um grupo de manifestantes na manhã desta terça-feira (28) para esclarecer como funcionará a obra e, principalmente, para explicar a importância deste equipamento para a saúde e para o meio ambiente.

“As Estações que farão o tratamento dos esgotos coletados têm sofisticadas unidades de tratamento, do nível primário ao terciário, inclusive com unidade de remoção de nitrogênio e fósforo”, explica Geny Formiga, diretora de Empreendimentos da Caern.

O esgotamento sanitário é essencial para o desenvolvimento econômico, para a qualidade de vida e, principalmente, para o meio ambiente. Atualmente, a Zona Norte dispõe de apenas 3% de cobertura de esgotamento, o que resulta é 97% dos moradores lançando seus esgotos e fossas sépticas, que podem contaminar o solo; esta situação possibilita, ainda, o lançamento indevido no rio Potengi. Com a implantação do esgotamento, 100% de todo o esgoto coletado será tratado, evitando a poluição do meio ambiente.

Caern normalizará abastecimento em bairros de Mossoró nas próximas 48 horas

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) colocou em pleno funcionamento, na manhã de hoje (28) o sistema adutor Jerônimo Rosado, responsável por 30% do abastecimento da cidade de Mossoró.

As localidades de Bom Jesus, Planalto 13 de Maio, Sumaré, Alto de São Manoel, Ilha de Santa Luzia e Alameda dos Cajueiros estavam sentindo o desabastecimento e vão começar a receber água de forma gradativa nas próximas 48 horas até que o sistema entre na normalidade. Estas localidades também são abastecidas pelo poço 24, que apresentou problemas eletromecânicos, e está sendo consertado. A previsão para funcionamento deste poço será na sexta-feira (31).

Assessoria de Comunicação Social – ACS

Publicidade: