Loading Player...


Você está ouvindo uma transmissão ao vivo ...
OUÇA EM OUTROS DISPOSITIVOS:
OR Choose your mobile to Tune-In

ASSÚ: Proposta que dê mobilidade à atuação do CRAS foi debatida entre prefeito e secretário

Unidade pública descentralizada da política de assistência social, sendo responsável pela organização e oferta dos serviços socioassistenciais da Proteção Social Básica do Sistema Único de Assistência Social – SUAS nas áreas de vulnerabilidade e risco social, o Centro de Referência da Assistência Social – CRAS, que em Assú conta com dois núcleos, instituirá uma metodologia itinerante com o intuito de dinamizar sua atuação e aproximar seus serviços à população de alguns territórios rurais do município. Este desempenho móvel do CRAS foi debatido entre o prefeito Gustavo Montenegro Soares e o secretário municipal de Assistência Social, Trabalho, Cidadania e Habitação, Carlos Júnior.

O chefe do Executivo acolheu a ideia com simpatia por considerar que a proposta projeta resultados satisfatórios e, acima de tudo, por possibilitar ao CRAS exercitar seu papel de articular a rede socioassistencial de proteção social básica referenciada, promover a articulação intersetorial e a busca ativa em determinadas comunidades rurais do município. “Esta ação volante do CRAS irá expandir seu trabalho a outros recantos do município e alcançando mais famílias”, resumiu Gustavo Soares. “Desta maneira o CRAS será também mais um elo na corrente de enfrentamento à pandemia do coronavírus”, completou o gestor municipal assuense.

Imagem: Marcos Costa

Prefeitura Municipal do Assú
Secretaria de Comunicação e Ouvidoria

Publicidade: