Loading Player...


Você está ouvindo uma transmissão ao vivo ...
OUÇA EM OUTROS DISPOSITIVOS:
OR Choose your mobile to Tune-In

AREIA BRANCA: Fundação do Idoso é referência no Rio Grande do Norte por não registrar caso da Covid-19 entre institucionalizados

As rigorosas medidas de controle sanitário adotadas pela Fundação de Apoio ao Idoso Rita Fernandes de Souza desde o início da pandemia do coronavírus classificaram a casa como referência para as demais instituições do Rio Grande do Norte.

A qualificação foi feita pela Secretaria de Estado de Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas) durante a I Semana de Vigilância Socioassistencial do Rio Grande do Norte promovida de forma online pelo Governo do Estado.

O cenário potiguar das Instituições de Longa Permanência do Idoso (ILPI) tem se mostrado preocupante com vários óbitos e fechamentos de locais em razão de casos da Covid-19. Diferente disto, a Fundação do Idoso areia-branquense mantida pela Prefeitura Municipal de Areia Branca, por meio da Secretaria de Assistência Social, até o momento não registrou nenhum caso da doença entre os seus internos, fato que servirá como modelo para outros municípios.

Os protocolos adotados pela instituição foram iniciados após a publicação do primeiro Decreto Municipal no dia 18 de março de enfrentamento ao coronavírus com a suspensão das visitas dos familiares, desde então as medidas foram se intensificando. Todos os funcionários trabalham com EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), roupas e calçados pessoais são higienizados na entrada e o fardamento somente é vestido no local de trabalho. “Alguns funcionários foram acometidos pela COVID-19 e se afastaram de suas funções para tratamento, mas Graças a Deus o vírus não atingiu nossos idosos que são monitorados diariamente e tiveram os cuidados com medicação e alimentação reforçados na pandemia. Comemoramos ainda mais esse fato diante do contexto epidemiológico do município”, disse o secretário de Assistência Social Francisco Jânio.

A Fundação do Idoso de Areia Branca conta com uma equipe multiprofissional de saúde formada por um médico geriatra, enfermeira, fisioterapeuta, nutricionista, assistente social e educador físico. Durante Julho Amarelo de combate as hepatites virais estão sendo desenvolvidas programações terapêuticas baseadas no calendário do Ministério da Saúde que inclui datas comemorativas como os dias da Alegria, da Saúde Ocular e dos Avós.

Dentro da programação terapeuta desta semana foram realizados exames laboratoriais de rotina com funcionários e idosos que também participaram de atividades recreativas para estímulo da psicomotricidade relacionando as interações psíquicas aos movimentos físicos. Os institucionalizados exercitaram as coordenações motoras global e fina ao manusearem peças de jogos de mesa. O equilíbrio é estimulado a partir das aptidões estáticas e dinâmicas, abrangendo a maneira de sentar-se mantendo o corpo em controle e, em meio as jogadas, trabalha a consciência que o corpo está em harmonia ajustando-se em banquinhos e cadeiras conforme o seu peso. Através dos movimentos se trabalha a lateralidade e a proporção usando tanto o lado direito quanto o esquerdo da estrutura física. “Eles não tinham nenhuma interação e agora estão interagindo muito bem, alguns que não se comunicavam estão até falando. Estou muito grata por este desenvolvimento”, disse Maria das Dores Marcelino, diretora da instituição.

Assecom PMAB

Publicidade: