Loading Player...


Você está ouvindo uma transmissão ao vivo ...
OUÇA EM OUTROS DISPOSITIVOS:
OR Choose your mobile to Tune-In

AAT conquista título de campeão por equipes do Assú Taekwondo Open 2017

tk

Com 230 pontos a Associação Assuense de Taekwondo (AAT) conquistou o título de campeão por equipes do Assú Taekwondo Open 2017.

A competição foi disputada neste final de semana no Complexo Poliesportivo Deputado Arnóbio Abreu.

A AAT reúne atletas e dirigentes do Taekwondo Nova Geração e Team Taekwondo Escola entre outras equipes.

O segundo lugar foi obtido pelo Projeto Formando Campeões da cidade de Guamaré que somou 119 pontos.

Com 105 pontos Natal Kim ficou com a terceira colocação, transmite informação da assessoria de imprensa da AAT.

Por ocasião do Assú Taekwondo Open esteve na cidade o mestre Rivanaldo Freitas, atual vice-presidente da Confederação Brasileira de Taekwondo (CBTKD).

“Assú é um polo de desenvolvimento do Taekwondo no RN e um celeiro de formação de atletas para o Brasil. Eu venho aqui para observar esses novos talentos que futuramente estarão representando o Brasil em competições internacionais”, comentou o dirigente.

Sobre o cargo que ocupa atualmente na CBTKD, Mestre Rivanaldo Freitas disse que se dispôs a aceitar o que chamou de desafio por saber que podia contribuir de forma decisiva para o crescimento do Taekwondo nacional.

“Vamos fazer uma boa administração e continuar elevando o nome do nosso esporte”, acrescentou.

Mestre Rivanaldo Freitas enxerga na prática esportiva um caminho a ser trilhado pela juventude para que a possa se mantenha longe de práticas que gerem prejuízos como a violência motivada pelo consumo e o tráfico de drogas.

“Infelizmente estamos vivendo uma crise geral. Não só a falta de segurança, mas a crise financeira e na base que é a família. Quando esses pilares principalmente a família começam a falhar essas lacunas se abrem – o aumento da violência e os jovens seguindo pelo caminho do mal. Para sair dessa situação uma ferramenta eficiente é a prática esportiva. Está provado que quando o jovem ou criança se insere num projeto esportivo a tendência é seguir um bom caminho”, concluiu o vice-presidente da CBTKD.

Postado por Lúcio Flávio

Publicidade: